Brincar, aprendendo. Este foi o lema das Atividades de Tempos Livres (ATL) gratuitas que a Conferência S. Vicente de Paulo de Santiago de Bougado promoveu para cerca de oito dezenas de crianças, na Escola Básica da Lagoa.

Graças a um projeto financiado pela Fundação Rotária Portuguesa, e ao “apoio dos vicentinos de S. Martinho de Bougado, Rotary Club da Trofa, da Câmara Municipal e da empresa Odlo”, a Conferência Vicentina de Santiago conseguiu proporcionar umas “férias diferentes” às crianças participantes. “A ideia de fazer o ATL surgiu quando visitei algumas famílias, em Bougado, e reparei que quando os pais iam trabalhar, os filhos ou ficavam a brincar na rua com outros miúdos ou então não tinham para onde ir. então achei que era interessante criar um ATL com todos os miúdos, cujos pais não tinham a ideia de os colocar nalgum sítio”, explicou o presidente da conferência vicentina, Júlio Paiva.

Durante cerca de um mês, as crianças ocuparam os tempos livres com atividades lúdicas e desportivas, entre as quais não ficaram de fora as ações de sensibilização sobre higiene oral e alimentação. Devido às idades dispersas, foram criadas turmas para que os professores atuassem de acordo com o grau de conhecimento das crianças.

“O objetivo era fazer com que as crianças conjugassem as férias com a disciplina e o rigor”, salientou. Depois de perceberem a mecânica do ATL, os alunos integraram-se no grupo e mostraram-se “contentes” quando chegavam a casa, “contando as atividades que fizeram”.

Face ao sucesso da primeira experiência, Júlio Paiva quer repetir o feito no próximo ano e alargá-lo, no entanto “são necessários apoios”. “Teremos de procurar ajuda junto de outras entidades. Há pais que nos pediram que estavam dispostos a pagar alguma coisa para ter os filhos neste ATL. Vamos ver a possibilidade de o realizar nesses moldes, mantendo o apoio àqueles que não têm possibilidade de pagar”, concluiu.