A equipa de peritos que está a estudar a requalificação da rede de serviços de urgências em Portugal propõe o encerramento de 15 urgências hospitalares, entre elas a de Santo tirso, que serve tambem a população da Trofa , tendo acrescentado à primeira lista dos serviços a encerrar apresentada o ano passado a urgência do Hospital São Pedro Gonçalves Telmo, em Peniche.

O relatório final da Comissão Técnica de Apoio ao Processo de Requalificação das Urgências apresentado esta quinta-feira à Comunicação Social inclui mais um serviço do que a primeira proposta, em discussão pública em Outubro e Novembro de 2006, que propunha o encerramento de 14 urgências hospitalares.

Já durante este ano, após uma nova análise técnica e depois de avaliados os contributos recebidos durante o período de discussão pública, o grupo de peritos entregou ao Ministro da Saúde uma nova proposta a defender também o encerramento do serviço de urgência do hospital de Peniche.

Em relação à inclusão na lista dos serviços de urgência a encerrar do Hospital São Pedro Gonçalves Telmo, António Marques, porta-voz da comissão técnica, justificou a decisão com a área de influência analisada, adiantando ser previsível que as pessoas devam ir para as Caldas da Rainha ou Torres Vedras.

Os restantes 14 serviços de urgência incluídos na lista encontram-se nos seguintes hospitais: Curry Cabral (Lisboa), Peso da Régua, Macedo de Cavaleiros, Vila de Conde, São José (Fafe), Conde de São Bento (Santo Tirso), São João da Madeira, Nª Sª Ajuda (Espinho), Visconde Salreu (Estarreja), Dr. Francisco Zagalo (Ovar), José Luciano Castro (Anadia), Fundão, Arcebispo João Crisóstomo (Cantanhede) e Montijo.