Um golo solitário de Santos deu, hoje, ao Trofense a primeira vitória em casa sobre um Belenenses que ainda não tinha perdido esta época, em encontro da sexta jornada da Liga de Honra em futebol.

Numa primeira parte muito fraca, apenas se registaram três lances de algum perigo. Reguila, aos oito minutos, rematou com força, mas o guardião dos “azuis” do Restelo estava atento. Aos 14, o Belenenses aproximou-se pela primeira vez da baliza de Marco: Abel Camará aproveitou bem uma desatenção de Pedro Araújo, mas Santos salvou mesmo em cima da linha de golo.

Crivellaro podia ter inaugurado o marcador, aos 35 minutos, mas depois de Reguila ter tirado do caminho três adversários e de ter feito uma assistência perfeita para o centro da pequena área, o médio brasileiro emprestado pelo Vitória de Guimarães falhou o cabeceamento.

A equipa orientada por António Sousa entrou melhor na segunda metade da partida. Logo aos 48 minutos, Tiago rematou do meio do terreno com muita força, mas a bola saiu ao lado. Seguiu-se a tentativa, através de remate cruzado da direita, de Feliz (52 minutos), mas também ao lado.

A maior velocidade do Trofense obrigou o Belenenses a remeter-se à defesa do seu meio campo, mas a pontaria dos homens da casa não estava afinada.

Do lado do conjunto de José Mota, nota para as tentativas de Maranhão (65) e Camará (67). Marco acabaria por protagonizar a defesa da tarde, aos 77 minutos, negando o golo a Maranhão.

Antes, numa jogada de contra-ataque, Feliz e David deram alento aos adeptos numa partida morna e quase adormecida. O passe para Reguila que se preparava para encostar para golo foi interceptado, já em esforço, por Kokou (72).

Aos 85 minutos, o Trofense pediu grande penalidade por alegado atraso irregular dentro da pequena área, mas o juiz João Capela mandou seguir o lance.

Santos acabaria por dar uma grande alegria aos trofenses, ao marcar o único golo, após canto marcado por André Carvalhas, a três minutos do final do tempo regulamentar (87).

Jogo no Estádio do CD Trofense, na Trofa.

Trofense – Belenenses, 1-0.

Ao intervalo: 0-0.

Marcadores:

1-0, Santos, 87 minutos.

Equipas:

– Trofense: Marco, David, Santos, João Pereira, Pedro Araújo, Dinis, Crivellaro (André Viana, 65), Tiago (Edú, 79), André Carvalhas, Zé Manel (Feliz, 46) e Reguila.

(Suplentes: Trigueira, Elvis, Fortes, André Viana, Edú, Gilmar e Feliz).

– Belenenses: Coelho, Duarte Machado, Pedro Ribeiro, Leo Kanu, André Pires (Tiago almeida, 88), Koukou, Fernando Ferreira, Rodrigo António (Geovane Maranhão, 59), Miguel Rosa, Victor Lemos e Abel Camará (Waldir, 75).

(Suplentes: Paulo César, Tiago Almeida, Inso Sagna, Waldir, Rafael, Victor Silva e Geovane Maranhão).

Árbitro: João Capela (Aveiro).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Koukou (63), Feliz (70) e Fernando Ferreira (83).

Assistência: Cerca de 1250 espectadores.