O Trofense venceu o Santa Clara em Ponta Delgada por 1-0, na 30ª e última jornada da Liga de Honra de futebol, mas falhou a subida à Liga principal, porque o Gil Vicente ganhou ao CD Fátima por 2-1.

Uma semana depois de o Feirense ter garantido a promoção, o campeonato acabou com o Gil Vicente como campeão, com os mesmos 55 pontos da equipa de Santa Maria da Feira, e o Trofense no “maldito” terceiro lugar, com 54.

O primeiro remate do jogo de Ponta Delgada pertenceu ao Trofense, logo no primeiro minuto, com Chico a atirar em posição frontal para a baliza de Filipe Mendes, que só à segunda conseguiu agarrar a bola e evitar que o marcador fosse inaugurado.

Ainda antes dos 10 minutos de jogo, Zé Manel também tentou a sorte: sozinho, pela esquerda, rematou rasteiro para o lado direito da baliza de Filipe Mendes, mas a bola passou por pouco ao lado do poste.

A resposta do Santa Clara surgiu aos 24 minutos, através de Platini, que rematou forte da direita, valendo aos visitantes a intervenção de Marco, que desviou a bola com a mão, fazendo-a ainda tocar na trave da baliza.

O único golo do jogo surgiu aos 32 minutos, fruto de uma desatenção do guardião do Santa Clara, que, depois de Vítor Alves lhe atrasar a bola, deixou-a escapar por cima do pé e, apesar do esforço realizado, já não conseguiu evitar que ela entrasse na sua baliza.

Ainda antes do intervalo, a melhor oportunidade para o Santa Clara surgiu na sequência de um cruzamento da direita de Monteiro, que Moreira, sozinho na área, concluiu com um remate de cabeça por cima da baliza de Marco.

As equipas reentraram para a segunda parte sem grande vivacidade e o primeiro lance de perigo surgiu aos 67 minutos, para os locais, através do suplente Pacheco, que fez a bola passar por cima da baliza adversária na marcação de um livre da direita.

Aos 75 minutos, Vítor Alves falhou uma interceção de cabeça na área e Chico, só com Filipe Mendes na frente, rematou por cima da trave da baliza local.

O jogo da 30ª e última jornada terminou com a vitória do Trofense sobre o Santa Clara por 1-0, mas o triunfo teve sabor amargo, pois a equipa da Trofa, que estava dependente do resultado do Gil Vicente, falhou a subida à primeira Liga.

Jogo no Estádio de São Miguel.

Santa Clara – Trofense, 0-1.

Ao intervalo: 0-1.

0-1, Filipe Mendes, 32 minutos (na própria baliza).

Equipas:

– Santa Clara: Filipe Mendes, Diogo Silva, Vítor Alves, Edgar, Nélson, Platini (Brigues, 75), Ricardo Dias, Renato (Pacheco, 54), Gabi, Monteiro e Moreira (Fajardo, 54).

(Suplentes: Ney, Brigues, Pacheco, Fabeta, Tó Miguel, Fajardo e Ilic).

– Trofense: Marco, Gêgê, Varela, Pedro Ribeiro, Igor, Moreilândia, Tiago, Licá (Filipe Gonçalves, 86), Zé Manel, Nildo (Ricardo Nunes, 90+2) e Chico (Reguila, 84).

(Suplentes: Alex Alves, Caicó, Filipe Gonçalves, Moustapha, Reguila, Santos e RicardoNunes).

Árbitro: Paulo Batista (Portalegre).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Monteiro (51), Nildo (57), Diogo Silva (62), Ricardo Dias (70 e 71). Cartão vermelho para Ricardo Dias (71), por acumulação de advertências com o amarelo.