Trofense e Santa Clara empataram este domingo (0-0), em encontro da 12.ª jornada. Na primeira parte praticou-se um bom futebol na Trofa, com jogadas interessantes de ambos os lados, ainda que a equipa da casa tenha estado mais perto de marcar, dominando mais.

Aos seis minutos, Hélder Sousa, na cobrança de um livre, atirou ao poste. Na frente da linha ofensiva trofense destacaram-se Viafara e Padilla, que, aos 28 minutos, tentaram por duas vezes o golo, apenas negado por Accioly, a defender mesmo em cima da linha da baliza, quando o guardião Serginho já estava batido.

Antes do intervalo, aos 39, Viafara ainda rematou forte, mas a bola “raspou” o poste direito do Santa Clara e saiu.

Para o lado dos açorianos, nota para uma grande penalidade – a castigar mão de Hélder Sousa – não concretizada por Tiago Leonço, graças a uma grande defesa de Conrado (25 minutos). Antes, aos 18 minutos, Minhoca falhou de baliza aberta, após cruzamento de Paulo Arantes.

Na segunda parte, o Santa Clara começou melhor e “empurrou” o Trofense para a defesa, sendo notória a ansiedade da equipa da casa, que, ocupando o último lugar da tabela, ainda não registou qualquer vitória em jogos oficiais para o campeonato. Minhoca, aos 62, rematou muito forte para outra excelente defesa de Conrado.

No minuto seguinte, aos 63, Accioly cabeceou pouco por cima da barra. Com a entrada de Rafinha, o técnico Porfírio Amorim – que pela primeira vez, depois de “render” Luís Diogo que saiu à oitava jornada, orientou uma partida em casa – procurou recuperar o domínio de jogo, apostando na ala esquerda do ataque.

Esta estratégia quase resultava em golo, aos 68, quando Viafara, ao completar um cruzamento de Rafinha, atirou para fora. Do outro lado continuaram as insistências dos insulares, que estiveram bem perto de marcar sobretudo por intermédio de Minhoca (74 e 81). Valeu, mais uma vez, ao Trofense a atenção do seu guardião.

Até ao final da partida, destaque para um remate forte a sair ao lado de João Amorim (87 minutos) e, já nos descontos, João Pedro correu metade do campo para atirar forte mas Conrado fez corpo à bola e evitou o golo açoriano (90+2).

Jogo no Estádio do CD Trofense, na Trofa.

Trofense – Santa Clara, 0-0.

Equipas: 
Trofense:
 Conrado, Tiago Mesquita, Luiz Alberto, Dennis Moreno, Matheus Zouain, Tiago, Hélder Sousa, Maicon Assis (João Amorim, 71), Padilla (Mateus Fonseca, 84), Preciado (Rafinha, 63) e Viafara. (Suplentes: Diogo Freire, Márcio, Mateus Fonseca, Marcelo, Rafinha, João Amorim e Rateira). 
Treinador: Porfírio Amorim.

Santa Clara: Serginho, Paulo Arantes, Sandro, Accioly, Igor, Seiddiki, Cervantes, Minhoca, Mike, Hugo Santos e Tiago Leonço (João Pedro, 63). (Suplentes: João Botelho, Miguel Lourenço, Ruizinho, João Ventura e João Pedro). 
Treinador: Carlos Condeço.

Árbitro: Duarte Gomes (Lisboa). 
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Seddiki (46), Padilla (56), Maicon Assis (59) e Paulo Arantes (67).

Assistência: Cerca de 1.000 espectadores.

Fonte: Lusa