Trofense e Oliveirense, que precisavam de vencer por razões opostas, empataram, hoje, 1-1, em encontro da 12.ª jornada da II Liga portuguesa de futebol, disputado na Trofa.

Separados por 12 pontos, Oliveirense e Trofense procuravam uma vitória por razões opostas. Os trofenses precisavam de esquecer o ciclo de maus resultados – não vencem desde a terceira jornada, em agosto, na deslocação ao Tondela (2-1) -, que colocam o clube no fundo da tabela, enquanto a equipa de Oliveira de Azeméis procurava sedimentar a classificação nos lugares cimeiros.

Começou melhor o clube da casa, evidenciando algum domínio face ao adversário ainda que as aproximações à baliza contrária fossem algo desorganizadas.

O primeiro golo teve assinatura de Paulinho, que aproveitou bem uma confusão na área da Oliveirense e marcou, a

Xico Silva restabeleceu a igualdade, aos 30 minutos, através de um livre forte de fora da área, que não deu hipóteses ao guardião Marco Gonçalves.

Na segunda parte, o Trofense mostrou cedo que queria voltar ao comando do marcador. Gomis, aos 48, atirou por cima e Leandro, aos 50, atirou ao lado.

Por seu lado, a Oliveirense fechou bem a sua defensiva e procurou a baliza trofense através de jogadas de contra-ataque, mas sem grande efeito e sem criar reais oportunidades de golo.

Paulinho sofreu uma falta dentro da grande area, mas o arbitro acabou por castigar o avançado da trofa com o cartão amarelo alegando simulação

Já nos descontos, aos 91 minutos, Semedo teve tudo para sentenciar a partida, mas, isolado frente ao guardião visitante e já em cima da linha da baliza, não esticou suficientemente o pé, desperdiçando um cruzamento de Leandro pela direita.

Texto – Lusa

{fcomment}