quant
Fique ligado

Trofa

Trofense assume 1.º lugar e não cobra bilheteira este domingo

Publicado

em

A vitória em Mirandela abriu caminho para o Trofense assumir a liderança da série A do Campeonato de Portugal. No domingo, a equipa recebe o Felgueiras, num jogo que terá entrada livre.

São já sete os jogos consecutivos a somar pontos e, pelo meio, apenas um empate, que contribuem para que Trofense esteja, atualmente, na liderança da série A do Campeonato de Portugal.

O Trofense segue na liderança, com 40 pontos, sabendo que terá um jogo em que não pontuará obrigatoriamente, na receção ao Gil Vicente, no fim de março. Mas para já, as atenções estão viradas para o jogo diante do 5.º classificado, o Felgueiras (32 pontos), que se realiza na Trofa, no próximo domingo, às 15 horas.
O clube decidiu fazer o jogo sem cobrar a bilheteira, esperando que a população da Trofa aceda ao desafio e encha o estádio.

O que diz o regulamento para a 2.ª fase?
Se é certo que ainda nada está decidido e que ainda faltam muitas jornadas para o fim do campeonato, certo é que na cabeça de muitos adeptos já paira a esperança de ver o clube, de novo, na 2.ª Liga.
O Campeonato de Portugal é disputado por 72 clubes distribuídos por quatro séries, dos quais apenas dois conseguem subir de divisão. Mas até chegar às duas contempladas ainda muito há para jogar.
A segunda volta da primeira fase começou agora e até ao fim os clubes terão de lutar por um dos primeiros dois lugares de cada série para conseguir passar à fase de play-offs.
Segundo o regulamento do Campeonato, “na primeira eliminatória, os primeiros classificados das séries jogam contra os segundos classificados de outras séries”, após um sorteio. A eliminatória far-se-á a duas mãos, qualificando-se os quatro vencedores para a eliminatória seguinte, que definirá os dois vencedores que sobem à competição profissional e que disputarão a final, em campo neutro, para determinar o campeão de Portugal.
Os cinco clubes classificados nos cinco últimos lugares de cada uma das séries descem automaticamente aos campeonatos distritais.

Continuar a ler...
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

Trofa

Trofa dota escolas e espaços publicos de rede wifi

Está concluído o processo de capacitação por rede wireless levado a cabo pela Câmara Municipal da Trofa nas escolas e espaços públicos do concelho.

Publicado

em

Por

Está concluído o processo de capacitação por rede wireless levado a cabo pela Câmara Municipal da Trofa nas escolas e espaços públicos do concelho. Ao todo, a autarquia investiu mais de 50 mil euros nesta medida, que envolveu a dotação de 17 escolas básicas com rede WiFi e integrou a comparticipação por fundos comunitários no investimento em wireless nos espaços públicos.

“Um importante passo dado na modernização tecnológica do Concelho e uma oportunidade de aproximar os mais jovens dos espaços públicos locais”. É assim que Sérgio Humberto, Presidente da Câmara Municipal da Trofa, carateriza o investimento da Autarquia em rede WiFi, agora concluído. A medida, envolveu a capacitação com rede wireless de 17 escolas e vários espaços públicos do Concelho.

No que às escolas diz respeito, a Câmara Municipal investiu 20 mil euros para dotar 17 espaços escolares, sob gestão direta da Autarquia, com rede wireless, concretamente a EB1 de Feira Nova, a EB1 de Paradela, a EB1 de Giesta, a JI de Giesta, a EB1 da Vila, a EB1/JI de Esprela, a EB1 da Estação, a Escola Básica de Lagoa, a Escola Básica de Cedões, a Escola Básica de Querelêdo, a EB1/JI de Bairros, a Escola Básica de Ginzes, as Escolas Básicas do Cerro 1 e Cerro 2, a Escola Básica de Portela, a Escola Básica de Fonteleite e a Escola Básica de Paranho.

Já no que aos espaços públicos diz respeito, a instalação de redes Wi-Fi gratuita por parte do Município da Trofa surgiu de uma candidatura a financiamento da Comissão Europeia, que envolveu a comparticipação de fundos em 15 mil euros para a implementação do projeto “WiFi4EU”, que garante cobertura wireless em espaços como parques, museus e edifícios públicos.

A utilização de WiFi nestes espaços públicos, concretamente na Alameda da Estação, nos Parques Nossa Senhora das Dores e Dr. Lima Carneiro e na Casa da Cultura da Trofa, envolveu um investimento superior a 30 mil euros e é gratuita para munícipes e visitantes.

Fonta CM Trofa

Continuar a ler...

Trofa

Trofa tem gabinete municipal de apoio psicológico e pedagógico para a comunidade escolar

A funcionar em diferentes áreas de atuação, diretamente nas escolas, este serviço da Autarquia é gratuito e envolve crianças, jovens e encarregados de educação.

Publicado

em

Por

Com uma equipa constituída por cinco psicólogos, o Gabinete Municipal de Apoio Psicológico e Pedagógico foi criado pela Câmara Municipal da Trofa para dar respostas à comunidade escolar. A funcionar em diferentes áreas de atuação, diretamente nas escolas, este serviço da Autarquia é gratuito e envolve crianças, jovens e encarregados de educação.

O Gabinete Municipal de Apoio Psicológico e Pedagógico, presente nas escolas diariamente,  destina-se a crianças da educação pré-escolar e do 1º ciclo do Ensino Básico da Rede Escolar Pública do Município da Trofa, respetiva comunidade escolar (docente e não docente), pais e encarregados de educação.

O serviço é ainda dirigido a crianças e jovens em risco sinalizados pela Comissão de Proteção de Crianças e Jovens da Trofa (CPCJ da Trofa) ou por outras entidades com competência em matéria de infância e juventude no âmbito da promoção e da proteção de crianças e jovens em perigo.

Esta valência municipal conta atualmente com uma equipa constituída por cinco psicólogos com uma vasta experiência no despiste e intervenção precoces e no acompanhamento psicológico, individual e em pequeno grupo, de crianças que frequentam a educação pré-escolar e o 1º Ciclo do Ensino Básico da Rede Escolar Pública do Município da Trofa.

O trabalho desenvolvido pela equipa do GMAPP envolve diferentes áreas de atuação, sendo destaque as dificuldades socioemocionais (perturbações da ansiedade, do humor, da eliminação); dificuldades (específicas) da aprendizagem; perturbações do comportamento; perturbações do desenvolvimento intelectual; perturbações do espectro do autismo; distúrbios alimentares; perturbações da vinculação e outras situações particulares, bem como o empoderamento dos diferentes atores educativos, como pais, pessoal docente e não docente e a parentalidade positiva.

Como mais uma “valência do investimento efetuado por este Executivo Municipal na área da Educação, este grupo de trabalho tem como grande objetivo promover o bem estar geral das crianças e o sucesso educativo e o seu desenvolvimento integral e harmonioso através da atuação ao nível da prevenção nas problemáticas mais frequentes, avaliando, diagnosticando e orientando as crianças que frequentam a educação pré-escolar e o 1º CEB da Rede Pública Escolar do Município, bem como detetar e apoiar situações de risco junto dos jovens”, refere o Presidente da Câmara Municipal da Trofa, Sérgio Humberto.

Continuar a ler...

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Covid-19

Pode ler também