Os autarcas da Trofa estiveram nas EB 2/3 de Alvarelhos, Napoleão Sousa Marques e S. Romão do Coronado para responder a todas as questões dos alunos. Durante a iniciativa foi ainda apresentado o Orçamento Participativo Jovem.

Alunos chegaram à sala de aula com as questões escritas num papel. Olhos fitados nos autarcas esperavam as respostas certeiras às suas perguntas.

Na EB 2/3 de Alvarelhos, José Magalhães Moreira, Teresa Fernandes e Assis Serra Neves, vereadores da autarquia, foram os mais questionados pelos alunos, mas também Joaquim Oliveira, presidente da Junta de Alvarelhos, Carlos Martins, presidente da Junta do Muro, e Manuel Araújo, membro do executivo da Junta de Guidões também marcaram presença na iniciativa.

O estado actual do concelho da Trofa, o orçamento da autarquia, o desemprego e o aumento do número de carenciados foram algumas das questões levantadas pelos alunos que também se vêem afectados pela actual conjuntura económica. Com “transparência e clareza” os autarcas foram respondendo às perguntas.

Teresa Fernandes explicou o propósito desta iniciativa inserida nas comemorações do 12º aniversário do concelho da Trofa: “Pretendemos vir às escolas, aos alunos do 3º ciclo e do secundário, e estar disponíveis para todas as questões que eles queiram colocar, incentivando-os a participar na vida política e a serem cidadãos activos e responsáveis também no desenvolvimento do nosso concelho”.

No final, chegou a vez dos alunos poderem ouvir falar do novo projecto da Câmara Municipal da Trofa: O Orçamento Participativo Jovem. “Pretendemos que os jovens apresentem propostas que serão introduzidas no orçamento da Câmara Municipal para o próximo ano e que os alunos vejam assim os seus projectos implantados no nosso município nas políticas desenvolvidas por este executivo”, adiantou Teresa Fernandes.