quant
Fique ligado

Trofa

Trofa e Santo Tirso juntam-se à Indaqua na promoção do consumo da água da torneira

O “Plano de Promoção” implica a identificação dos “munícipes não ligados à rede pública e os respetivos motivos” e, a partir daí, “prestar toda a informação necessária e incentivá-los à adesão ao sistema público de abastecimento de água, apresentando-lhes as vantagens em saúde pública, quando comparada com água de furos e poços particulares, e ambientais e económicas, quando comparada com a água engarrafada”.

Publicado

em

A Indaqua e os municípios da Trofa e Santo Tirso assinaram um protocolo para o desenvolvimento de um programa conjunto de promoção à adesão ao sistema público de abastecimento de água. O objetivo é “combater a utilização para consumo humano de água de origens não controladas, como furos e poços particulares, reduzindo os riscos para a saúde pública e o impacto no meio ambiente que lhes está associado”.

“Este é mais um importante passo firmado pela Indaqua, uma das maiores operadoras no universo das concessões municipais de água, na sua estratégia de incentivo ao consumo de água de origem segura e controlada. Desta vez, as atenções centram-se nos municípios da Trofa e Santo Tirso, onde se estima que cerca de cinco mil famílias ainda não utilizam água proveniente da rede pública – a única que, comprovada e continuamente, reúne condições e características adequadas ao consumo humano”, referiu a empresa.

“Estes números são alarmantes e merecem a nossa melhor atenção. Queremos consciencializar os utilizadores para a importância de consumirem água de origem segura e controlada. O contrário representa graves riscos para a saúde pública pelo que sentimos que é da nossa responsabilidade, lado a lado com os municípios, garantir que tudo é feito ao nível local para proteger as populações”.Anabela Alves, Diretora Geral da INDAQUA Santo Tirso/Trofa

O “Plano de Promoção” implica a identificação dos “munícipes não ligados à rede pública e os respetivos motivos” e, a partir daí, “prestar toda a informação necessária e incentivá-los à adesão ao sistema público de abastecimento de água, apresentando-lhes as vantagens em saúde pública, quando comparada com água de furos e poços particulares, e ambientais e económicas, quando comparada com a água engarrafada”.

Para o presidente da Câmara Municipal da Trofa, Sérgio Humberto :

“promover a saúde pública dos habitantes do Concelho é uma prioridade, e por isso, este será um trabalho conjunto, já que a par da atuação dos Municípios e da INDAQUA, as Juntas de Freguesia vão ter um papel fundamental de proximidade, atuando junto da população, através de campanhas de sensibilização”. 

Já Alberto Costa, presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso acredita que:

“a assinatura do Plano de Promoção vai contribuir para o reforço desta mensagem junto dos cidadãos e potenciar a confiança nos serviços de abastecimento de água.”

Na sequência deste plano, a Indaqua Santo Tirso/Trofa vai também proceder à “análise da qualidade da água utilizada em poços e furos particulares, informando os respetivos utilizadores dos resultados dessas análises e dos riscos que correm ao utilizarem essa água para consumo humano”.

Publicidade
Continuar a ler...

Trofa

«CANTATA DE PEDRA» CHEGA À CASA DA CULTURA PELA VOZ DOS MENINOS CANTORES DO MUNICÍPIO DA TROFA

Publicado

em

Por

Os Meninos Cantores do Município da Trofa apresentam «Cantata de Pedra», a partir do livro “José, Será Mago?”, no próximo dia 4 de dezembro, pelas 11h00, na Casa da Cultura. A cantata tem texto e música de Mário João Alves.

Depois do sucesso na Fundação José Saramago – Casa dos Bicos, em Lisboa e na Antiga Estação, na Alameda da Estação, chegou a vez da Casa da Cultura receber a interpretação dos Meninos Cantores do Município da Trofa, da «Cantata de Pedra» a partir do livro “José, Será Mago?”. Esta apresentação, que vai decorrer a 4 de dezembro, pelas 11h00, tem texto e música de Mário João Alves.

“Se o título pergunta, o texto responde, ao longo de uma história cheia de sinais e ecos da voz do grande mago. Como qualquer mago, o José leva a vida a maguear, descendo e subindo o rio grande na sua jangada de pedra. Viaja tranquilo, encostado ao pilar que lhe serve de apoio perfeito, enquanto escreve. O Ruivo diz que as suas palavras não têm filtros: nascem-lhe no cérebro, escorregam-lhe pela língua e apoiam-se no coração, para sair com a ressonância das coisas genuínas”, refere Mário Alves, autor do texto e música da peça “José, Será Mago?”.

“Falar nos Meninos Cantores do Município da Trofa é falar, inevitavelmente, em magia. As atuações dos nossos meninos são um orgulho não só para a Autarquia, não só para o nosso Concelho, mas para o nosso país. O resultado de qualquer atuação é sempre algo brilhante.”, acrescenta Renato Pinto Ribeiro, Vereador do Pelouro da Cultura da Câmara Municipal da Trofa. 

Recordamos que o coro dos Meninos Cantores do Município da Trofa, fundado a 1 de outubro de 1999, foi o primeiro projeto avançado pelo pelouro da Cultura da Câmara Municipal da Trofa. O coro é formado por cerca de 40 elementos e é dirigido desde a sua fundação pela maestrina Antónia Maria Serra.

Fonte CM Trofa

Continuar a ler...

Assinatura em pdf

Edição 778 do Jornal O Notícias da Trofa

Publicado

em

Por

Edição impressa de 01 de dezembro de 2022 (mais…)

 

Já é assinante? Inicie sessão

Não é Assinante? Clique aqui e assine os nossos conteúdos a partir de 1 euro

 

Continuar a ler...

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Covid-19

Pode ler também

} a || (a = document.getElementsByTagName("head")[0] || document.getElementsByTagName("body")[0]); a.parentNode.insertBefore(c, a); })(document, window);