quant
Fique ligado

Trofa

Trio de dança trofense precisa de ajuda para participar em competição mundial

As jovens perseguem o sonho de estarem nos EUA a representar o País e a Trofa e lançaram uma campanha de angariação de fundos.

Publicado

em

Depois de em 2021 terem conseguido o apuramento para o mundial, no qual conseguiram um 16.º lugar em atuação online, Filipa Maia, Ana Sofia Campos e Inês Maia repetiram o feito, no feriado de 25 de abril, no Portugal Hip Hop Dance Championship, que decorreu no Complexo de Ténis da Maia.

As bailarinas do Alva competiram na divisão MiniCrew e voltaram a garantir o 2.º lugar e o apuramento para o campeonato mundial, que decorre em Phoenix, no Arizona, Estados Unidos da América, em agosto.

Agora, para estarem na competição, este ano já em formato presencial, necessitam de arrecadar 16 mil euros para as despesas de viagem e estadia. As jovens perseguem o sonho de estarem nos EUA a representar o País e a Trofa e lançaram uma campanha de angariação de fundos, na plataforma “Go Fund Me”, onde sublinham que “até 1€ pode fazer a diferença”. Para contribuir, pode clicar AQUI.

Mas há outras formas de ajudar: através de transferência bancária (IBAN: PT50007900006853413210104), por MBWay (para o número de telemóvel 925765838, com descrição “MINI”) ou pessoalmente, na Academia de Dança Alva, situada na Rua das indústrias, edifício IBACOC, N.º 2938 – Lantemil/Trofa.

Filipa Maia, Ana Sofia Campos e Inês Maia, residentes em S. Martinho de Bougado, dançam em grupo, como Alva First Generation, desde 2019. “Este ano, estamos com boas expectativas e gostávamos muito de estar presentes no Mundial para provar que podemos conseguir uma boa classificação. Sempre foi um sonho nosso ir ao Mundial e este ano temos essa oportunidade e achamos que será uma experiência incrível”, sublinhou Filipa Maia, em declarações ao NT.

Por sua vez, Inês Maia exalta a oportunidade de o grupo estar “num mundo completamente diferente, com pessoas de vários países e culturas diferentes”.

“Ansiosas para conseguir”, complementou Ana Campos, que reiterou a importância da “ajuda da população da Trofa” para ser possível garantir presença em Phoenix.

Publicidade

Continuar a ler...
Publicidade

Trofa

Situação de alerta obriga a alterações no fogo de artifício das Festas em Honra da Senhora das Dores

Publicado

em

Por

O estado de alerta, com proibição de fogos, declarado pelo governo nos dias 21,22 e 23 de agosto levou a comissão de festas a alterar os horários das sessões de fogo de artifício.

As sessões vou ser praticamente seguidas e vão acontecer no sábado, dia 20 às 23.00h, sessão de Pirotecnia Piromusical, junto à antiga estação da Trofa.

Ainda no sabado, dia 20 pelas 23.40h, a segunda sessão de fogo com um espetaculo de Pirotecnia denominado “El Terramoto” que acontecerá também no mesmo local, próximo da antiga estação, frente à escola EB2/3 Napoleão de Sousa Marques.

Recorde-se que as sessões estavam inicialmente agendadas para as zero horas dos dias 21 e 22 de agosto.

Continuar a ler...

Trofa

Governo decreta situação de alerta entre domingo e terça-feira

Publicado

em

Por

José Luís Carneiro, ministro da Administração Interna, divulgou hoje as medidas em vigor devido ao aumento das temperaturas nos próximos dias.

“Tomámos a decisão de determinar a situação de alerta para os dias 21, 22 e 23 – domingo, segunda e terça-feira —, com reavaliação na segunda-feira ao fim do dia, tendo em vista reavaliar a necessidade de manter ou alterar a situação de alerta. Toda esta circunstância se aplica ao território continental”, afirmou o governante

Para prevenir incêndios, estão previstas limitações para o uso de fogo, máquinas agrícolas e também no acesso aos espaços florestais.

Por sua vez, a Proteção Civil entendeu ser necessário o reforço do patrulhamento dissuasor por parte de 25 patrulhas das Forças Armadas, que vão reforçar os meios no terreno da GNR e da PJ em todo o país.

Além disso, “a ANEPC fica com autorização para avançar com a contratação de mais 100 equipas de bombeiros, o que significa mais 500 homens, tendo em vista reforçar os meios humanos e permitir que esta reposição de meios mantenha o vigor e a eficácia que tem existido até agora”, afirmou José Luís Carneiro, sublinhando que 90% dos incêndios têm sido debelados em 90 minutos.

Em conferência de imprensa realizada na sede da ANEPC, o ministro realçou também a antecipação de pagamentos às corporações de bombeiros, num montante que ascende a mais de um milhão de euros.

“Decidimos antecipar os pagamentos às corporações de bombeiros que têm tido o esforço de integração no Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais (DECIR)”, referiu José Luís Carneiro.

Publicidade

“Esse esforço de antecipação vai ser realizado por parte da ANEPC, tendo em vista garantir que as associações humanitárias que têm corporações de bombeiros integradas no DECIR mantêm condições de decisão e operacionalidade que são indispensáveis para esta fase que se inicia após este período que tivemos desde o início de julho até hoje”, disse.

Continuar a ler...

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Covid-19

Pode ler também

} a || (a = document.getElementsByTagName("head")[0] || document.getElementsByTagName("body")[0]); a.parentNode.insertBefore(c, a); })(document, window);