Três golos , boa organização e muita motivação são as palavras chave que definem o jogo do S.Romão frente ao Águas Santas. A equipa comandada por Eduardo Fernandes dominou toda a partida e a conquista dos três pontos permitiu o abandono do último lugar. 

O jogo com uma equipa da décima posição era uma oportunidade a não perder para o S.Romão, que entrou em campo decidido a dominar a partida e conquistar os três pontos.

A primeira parte foi de supremacia romanense, tal como todo o jogo, onde a equipa da casa exibiu construções ofensivas mais organizadas e maior mobilidade no ataque, que levaram o perigo por várias vezes às redes visitantes, mas sem sucesso na  finalização. Do lado do Águas Santas, apenas um penalty contra o S.Romão fez os adversários  temerem o golo, durante o primeiro tempo, mas o esférico foi enviado ao poste.

O S.Romão entrou na segunda parte em desvantagem númerica, pela expulsão de Folgosa que no final do primeiro tempo viu o segundo amarelo. Tal facto obrigou a equipa da casa a alterar a organização da equipa e apostar no sector ofensivo.

Assim, os dez elementos em campo redobraram os seus eforços e facilmente tomaram conta da partida, revelando a boa condição física que neste momento apresentam.

O tento inaugural surgiu por Parreco, aos 59 minutos, com assistência de Miguel.

A caminhar para a meia hora da segunda parte, foi Miguel quem empurrou o esférico par a dentro da baliza de Gomes.

O 3-0 deu-se aos 75 minutos,  na marcação de grande penalidade, por Ricardo, depois de uma falta cometida sobre Miguel.

A melhoria na motivação, preparação física e componentes técnica e táctica são bem vísiveis no plantel romanense, que com este resultado deixou o último lugar, subindo até à 13ª posição, um objectivo a curto prazo que Eduardo Fernandes garantiu. 
 
 

Reportagem alargada na próxima edição de “O Notícias da Trofa”, 5ª feira nas bancas.