Select Page

Sim à DESPENALIZAÇÃO, não à PERSEGUIÇÃO, CONDECAÇÃO e HUMILHAÇÃO…

Dentro de cerca de duas semanas o país é chamado a decidir se permite ou não a IVG despenalizada e legalmente assistida.

Num estado democrático e desenvolvido como é o nosso torna-se VERGONHOSO que mulheres sejam ainda PERSEGUIDAS por tomarem uma decisão na sua vida. Dia 11 de Fevereiro vamos todos votar SIM. não iremos permitir que os nossos impostos sirvam para ENCHER PRISÕES, para empilhar tribunais, e ser gasto em investigações injustas.

Dia 11 vamos todos votar SIM.
O voto no SIM torna possível aos que tenham necessidade de recorrer a um aborto o possam fazer "dentro de portas", não tendo que recorrer a Espanha, pois esta opção não é financeiramente acessível para todos.

Voto no Sim para que em Portugal a IVG não seja acessível apenas à população mais rica.

Muitos defensores do não defendem-se que existem muitos meios contraseptivos capazes de evitar uma gravidez, realmente existe, mas nenhum é 100% eficaz.
Agora vejamos uma mulher, jovem (22 anos por exemplo) casada. O marido é uma pessoa violenta, alcoólica e desempregado, se estiver grávida e quiser abortar para evitar que o filho sofra agreções por parte do pai, se quiser evitar que cresça na marginalidade em condições miseráveis, não acham que ela tem o direito de o fazer?-abandonar o marido?…conheci um caso parecido e ela não conseguiu, ele ameaçava-a de morte caso o fizesse.

Por estas e muitas outras razões diga SIM dia 11 de Fevereiro.

Evite problemas maiores.

SIM! Porque ninguém tem o direito de decidir sobre a vida de ninguém.

 

Rui Miguel Ferreira da Silva

Videos

Loading...

Siga-nos

1ª página da edição papel

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização