trofense_lixa.jpg

 

 

 

 

 

Três pontos separam o Trofense do play-off para o apuramento com vista a subida de divisão.

A vitória do fim-de-semana recordou as excelentes prestações da equipa, com destaque para Reguila, que sublinhou o seu excelente momento de forma, ao ser decisivo no alcance dos três pontos, frente ao Lixa.

 

Somando agora quarenta e oito pontos e, beneficiando do deslize do União da Madeira frente ao Freamunde, o Clube Desportivo Trofense está a três pontos de carimbar a presença no play-off de apuramento para a subida à Liga de Honra. Esta confirmação pode ser já na próxima semana em S. Torcato, frente à já despromovida formação local.

No jogo a contar para a vigésima oitava jornada a formação da Trofa teve que se empenhar para não deixar fugir três pontos frente ao Lixa, numa partida em que Reguila se mostrou inspirado e em excelente forma.

A primeira oportunidade de golo pertenceu aos locais, por intermédio de Mateus, que cabeceando para a baliza, permitiu a excelente defesa do guarda-redes adversário.

Aos vinte e quatro minutos o “espectáculo” Reguila começou, com a inauguração do marcador. Numa jogada individual de grande destaque, o avançado trofense consegue isolar-se frente ao guarda-redes, remata em chapéu para a baliza, mas o esférico encontra na sua trajectória a barra. Vítor Hugo, sem qualquer oposição e com o guarda-redes desviado do lance, teve apenas que encostar para o fundo das redes, assinalando assim o primeiro golo da partida.

Na sequência de um pontapé de canto, Reguila sublinhou novamente a sua boa forma, ao rematar de forma perigosa, mas sem qualquer consequência para o resultado.

A oportunidade mais flagrante para aumentar a vantagem aconteceu aos trinta e nove minutos em que, mais uma vez, Reguila isolado não conseguiu fazer frente a Vasco Viana, que com frieza conseguiu intersectar o remate do adversário. A partir desse lance e, em contra-ataque, o Lixa conseguiu uma grande penalidade, sancionando a mão de Armando, na grande área. Zezé num remate bem colocado iguala a partida, numa fase em que não se previa este resultado, fruto das fortes investidas do primeiro classificado.

A equipa da Trofa regressou do intervalo com sede de golos e aliadas a esta vontade, foram as substituições acertadas do técnico Daniel Ramos, que se revelaram cruciais para o bom desempenho da equipa até ao final da partida.

À passagem do minuto sessenta e três e numa jogada que se inicia num livre apontado por Major, os defesas do Lixa aliviam de qualquer maneira, ficando o esférico na posse de Vítor Hugo, que assistiu Reguila, para este assinalar o segundo golo da sua equipa.

Pedro Valente, um dos centrais da equipa forasteira, viu aos oitenta e cinco minutos, o cartão vermelho directo, depois de ter agredido um jogador do Trofense.

Cinco minutos depois, Reguila “mata” o jogo ao assinalar o 3-1 final, resultado que dava a vitória dos trofenses e que não se transformou em goleada, fruto da falta de pontaria dos jogadores trofenses ou pelas defesas “vistosas” de Vasco Viana.

 

União da Madeira “escorrega”

 

O insistente perseguidor do Clube Desportivo Trofense, viu este fim-de-semana a sua tarefa complicar-se, ao consentir uma derrota com o Freamunde por 1-0. O Camacha goleou o Valdevez por 4-0 e ascendeu ao quarto posto, ultrapassando o Lixa, o Portosantense que folgou nesta jornada e o Ribeirão, que não foi além de um empate a zero bolas com os Sandinenses. O Famalicão bateu o “lanterna vermelha” Torcatense por 3-1 e somou três pontos importantes para a manutenção. Já o Fafe empatou com o Sporting de Braga B, e a soma deste ponto permitiu-lhe ultrapassar o Portosantense na terceira posição da tabela classificativa.

 

Jogo: Estádio Clube Desportivo Trofense

Trofense: Vítor, Maia, Alex, Marcos, Armando, Costa, Mateus (Major 61’), Xico, Paulinho (Zé Miguel 61’), Vítor Hugo (Kika 70’) e Reguila

Treinador: Daniel Ramos

Lixa: V. Viana, Rafael Duarte, Pedro Valente, Hélio, Maias, Barbosa, Gustavo, Canário (Fábio 75’), Zezé (Diogo 60’), H. Carvalho e Milton

Treinador: Sérgio Abreu

Árbitro: José Ferreira Silva, auxiliado por Ricardo Duarte e Carlos Rodrigues

Cartões Amarelos: Hélio, Milton e Pedro Valente, do Lixa

Cartão Vermelho: Pedro Valente, do Lixa

Marcadores: Vítor Hugo (24’), Zezé (40,g.p), Reguila (63’ e 89’)

Resultado ao intervalo: 1-1

Resultado final: 3-1

Classificação 2ª Divisão, série A

01º – Trofense – 48 pontos

02º – União da Madeira – 45 pontos

03º – Fafe – 37 pontos

04º – Camacha – 36 pontos

05º – Portosantense – 35 pontos

06º – Ribeirão – 35 pontos

07º – Lixa – 34 pontos

08º – Famalicão – 33 pontos

09º – Os Sandinenses – 33 pontos

10º – Freamunde – 33 pontos

11º – Braga B – 31 pontos

12º – Valdevez – 27 pontos

13º – Vilaverdense – 21 pontos

14º – Torcatense – 13 pontos