quant
Fique ligado

jonati

Trofa

Reforço do policiamento para uma férias tranquilas

Publicado

em

Considerando que este fim de semana coincide com o período de início de férias para grande parte dos Portugueses e com a entrada de milhares de turistas e de emigrantes em Portugal, a Guarda Nacional Republicana (GNR) irá intensificar as ações de patrulhamento e apoio, em todo o Território Nacional, com particular ênfase nas praia, festas, romarias e eventos de grande dimensão, bem como nos principais eixos rodoviários, nomeadamente nas fronteiras terrestres, onde se espera a chegada de inúmeros portugueses que regressam ao país.

Com objetivo de garantir a segurança durante os deslocamentos, de e para os locais de veraneio e eventos de diversa natureza, próprios desta altura do ano, em que se regista um aumento substancial de tráfego, a GNR irá privilegiar uma atuação preventiva, orientando o esforço para as vias mais críticas da sua zona de ação, com o objetivo de combater a sinistralidade rodoviária, garantir a fluidez do tráfego e apoiar todos os utentes das vias, proporcionando-lhes uma deslocação em segurança. Para o efeito, a GNR contará com o apoio da Guardia Civil do Reino de Espanha, para, em conjunto, realizar ações de sensibilização e fiscalização, na proximidade das fronteiras terrestres.

Considerando que outra das preocupações da GNR é a prevenção da criminalidade contra o património, relembramos que está ativo o Programa Chave Direta, cujo objetivo é garantir a segurança das residências habituais dos cidadãos que se encontram de férias, através da realização de ações de patrulhamento junto das mesmas durante a ausência dos seus proprietários. A adesão ao programa deve ser solicitada pelo menos 48 horas antes da ausência dos proprietários da residência, através do registo disponível online em Verão Seguro, ou no posto da GNR da respetiva área de residência.

Atualmente, a GNR tem ainda implementado o Programa Turismo Seguro, com o objetivo de promover o apoio, a segurança e o combate ao crime contra o turista, nacional ou estrangeiro, contribuindo assim para uma estadia pacífica para quem visita Portugal, para além do reforço de patrulhamento especializado com vista ao atendimento, acolhimento e encaminhamento destes cidadãos em específico. Neste âmbito, os militares desenvolvem ações de informação e sensibilização a este público em específico, com a intenção de prevenir os potenciais riscos e perigos durante a sua estadia.

Para promover e facilitar o policiamento de proximidade com os turistas e numa conjuntura de cooperação internacional, iremos contar também com a presença permanente de militares daGuardia Civil do Reino de Espanha, da Gendamarie Nationale francesa e dos Carabinieri de Itália para a realização de patrulhamento misto, nas zonas balneares mais turísticas do Algarve, Porto, Lisboa e Setúbal. A GNR irá também reforçar o patrulhamento em localidades espanholas, francesas e italianas mais frequentadas pelos portugueses, designadamente em Santiago de Compostela, Ourense, Lugo, Ayamonte, Isla Cristina, Lepe, Goian, Burgos, Alcanizes e Valladolid (Espanha), Landes e Biarritz (França), Florença, Roma e Veneza (Itália).

Finalmente, prevendo-se neste fim de semana temperaturas elevadas e o aumento do risco de incêndio, será também reforçado o patrulhamento terrestre em todo o território continental, no intuito de prevenir incêndios florestais. Para este efeito, a GNR, através das suas valências de Proteção da Natureza e Ambiente, territorial, investigação criminal, bem como do Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro (GIPS), intensificará a vigilância das zonas de maior risco de incêndios.

A GNR deixa ainda alguns conselhos e medidas de segurança para que as pessoas tenham umas férias tranquilas e em segurança:

Publicidade

Durante a condução:

·         Efetue um planeamento cuidado das viagens, evitando os períodos em que se prevê maior intensidade de tráfego;

·         Descanse convenientemente antes de efetuar a viagem e, pelo menos de 2 em 2 horas, ou sempre que sintam necessidade, efetuem paragens para descansar;

·         Adeque a velocidade às condições climatéricas, ao estado da via e ao volume de tráfego;

·         Mantenha a calma em situações de elevada intensidade de tráfego, que possam obrigar à circulação a baixa velocidade;

·         Evite manobras que possam resultar em embaraço para o trânsito ou contribuir para a ocorrência de acidentes;

·         Adote uma condução atenta e defensiva, contribuindo para a redução dos índices de sinistralidade rodoviária.

Publicidade

Na residência:

·         Instale um alarme contra intrusão e informe as forças de segurança com jurisdição na sua área de residência;

·         Dê uma aparência de atividade à sua residência;

·         Peça a alguém que abra regularmente as persianas e cortinas, durante o dia, e que ligue a iluminação interior algumas noites;

·         Não divulgue a estranhos que vai de férias;

·         Verifique que fechou bem as portas e janelas;

·         Não deixe acumular a correspondência na sua caixa de correio: peça a alguém da sua confiança para a recolher;

Publicidade

·         Se possível, saia de casa para gozar as suas férias, as horas com menos movimento;

·         Informe o seu vizinho de confiança: ele é a sua segurança mais próxima. A solidariedade entre vizinhos inibe a ação dos marginais;

·         Guarde em lugar seguro joias, dinheiro, valores e objetos de arte.

Em passeio a pé:

·         Não ostente joias, relógios ou outros objetos de valor elevado;

·         Nunca junte os códigos e os cartões de crédito;

·         Não tenha todo o dinheiro, telemóvel e cartões num só sítio. Separe os locais onde os guarda;

Publicidade

·         Use roupa que tenha bolsos interiores com fecho, de forma a dificultar o furto por carteiristas;

·         Use as mochilas no peito;

·         Evite andar sozinho em zonas desertas e em horas de menor afluência de pessoas.

Na residência de férias:

·         Caso a habitação tenha cofre, guarde aí os objetos mais valiosos ou suscetíveis de furto;

·         Ao sair da habitação, verifique se janelas e portas ficam bem fechadas/trancadas;

·         Durante a noite, não durma de janelas abertas;

Publicidade

·         Nunca deixe objetos de grande valor à vista, sendo que este cuidado ainda é mais importante quando o quarto/habitação está acessível da rua ou está situada no rés-do-chão;

·         Caso a residência seja alvo de furto, informe as autoridades assim que possível.

Em passeio/visita de locais turísticos de automóvel:

·         Nunca deixe objetos à vista no interior do automóvel;

·         Ao abandonar o veículo, certifique-se que este ficou trancado e com os vidros fechados;

·         Após estacionar, não tire objetos do habitáculo para a mala do veiculo (deverá fazê-lo antecipadamente);

·         Caso seja vítima de furto, informe imediatamente as autoridades.

Publicidade

Na praia:

·         Leve o mínimo indispensável para a praia;

·         Não ostente objetos de valor;

·         Evite deixar os objetos pessoais visíveis quando for à água;

·         Se possível, solicite a um conhecido que vigie os seus pertences.

Nos espaços florestais e agrícolas, durante este período, é proibido nos espaços florestais e agrícolas:

·         Fumar, fazer lume ou fogueiras;

Publicidade

·         Fazer queimas ou queimadas;

·         Lançar foguetes e balões de mecha acesa;

·         Fumigar ou desinfestar apiários, salvo se os fumigadores estiverem equipados com dispositivos de retenção de faúlhas;

·         A circulação de tratores, máquinas e veículos de transporte pesados que não possuam extintor, sistema de retenção de fagulhas ou faíscas e tapa chamas nos tubos de escape ou chaminés.

·         Realizar de fogo para a sua confeção de alimentos.

A GNR alerta ainda que em caso de incêndio deve ligar de imediato para o 112, transmitindo de forma sucinta e precisa a localização, a dimensão estimada e a forma de acesso mais rápida ao local. Se notar a presença de pessoas com comportamentos de risco, contacte de imediato as autoridades.

Publicidade
Continuar a ler...
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

Edição 782

Marcada nova greve dos motoristas da Transdev e Ave Mobilidade

Está convocada uma nova greve de 24 horas para este mês.

Publicado

em

A 13 de janeiro, a greve dos motoristas provocou transtornos na circulação de transportes públicos rodoviários na rede explorada pela Transdev e pela Ave Mobilidade. A paralisação de 24 horas afetou o normal fluxo dos autocarros das empresas, que têm atividade no concelho da Trofa e territórios limítrofes, como Santo Tirso e Vila Nova de Famalicão.

Segundo o Sindicato dos Trabalhadores de Transportes Rodoviários e Urbanos do Norte (STRUN) a greve rondou os 75%, tendo tido mais impacto no Norte. José Manuel Silva, do STRUN, revelou que as contas do Sindicato apontam para “100%” de paralisação nalguns concelhos e os concelhos onde mais se notou foram “Fafe, Guimarães, Cabeceiras de Basto, Mondim de Basto, Celorico de Basto, Santo Tirso, Póvoa de Varzim, Vila do Conde e Porto”.

Está convocada uma nova greve de 24 horas para 6 de fevereiro e enquanto o dia não chega o STRUN mostrou-se disponível para reunir com a Transdev a fim de negociar as reivindicações dos trabalhadores.

O que reivindicam os trabalhadores?

Em comunicado, o STRUN acusou a empresa de “arrogância” e “falta de cedência da administração”, às pretensões dos motoristas, entre as quais “aumentos salariais a partir de janeiro de 2023 na mesma percentagem do salário mínimo nacional, ou da inflação, aquela que for mais favorável aos trabalhadores, como vão receber os trabalhadores das empresas filiadas na ANTROP [Associação Nacional de Transportes de Passageiros]”, o “horário de almoço entre as 11h00 e as 14h30, mínimo uma hora, máximo três horas” e um “horário de jantar entre as 19:30 e as 22:00” e o pagamento do pequeno-almoço para “quem inicia serviço antes das 06h00”.

Além disso, reivindicam que o local de trabalho deve ser “aquele para onde o trabalhador foi contratado e não pode rodar para outro mesmo que diste a mesma distância casa-trabalho”, e os trabalhadores, “sempre que na hora de almoço ou jantar estejam deslocados do seu local de trabalho”, devem ter “direito ao almoço ou jantar em deslocado”. Pretendem também “acumulação do subsídio de alimentação com almoço ou jantar em deslocado ou penalizado” e não aceitam receber o “subsídio de complemento de condutor”, pretendendo manter o “subsídio de agente único com a sua redação anterior”.

Ainda segundo o STRUN, os trabalhadores “não aceitam qualquer intervalo com duração inferior a uma hora” e “exigem que as escalas de serviço sejam fixadas em papel nos locais de trabalho”.

Continuar a ler...

Trofa

Fátima Lopes oferece imagem criada por santeiro mamedense a Tony Carreira

Esta terça-feira, a apresentadora de televisão Fátima Lopes, acompanhada pelo padre João Luís Silva, pároco de Montargil, visitaram a Associação Sara Carreira, criada por Tony Carreira em homenagem à falecida filha, e ofereceram uma imagem de Nossa Senhora do Coração Orante ao cantor.

Publicado

em

Esta terça-feira, a apresentadora de televisão Fátima Lopes, acompanhada pelo padre João Luís Silva, pároco de Montargil, visitou a Associação Sara Carreira, criada por Tony Carreira em homenagem à falecida filha, e ofereceu uma imagem de Nossa Senhora do Coração Orante ao cantor.

Esta imagem mariana, destinada a uma dar nome a uma capela a construir em Montargil, foi concebida em S. Mamede do Coronado, pelo artista santeiro Augusto Ferreira.

Uma mulher suplicante de joelhos com o coração na mão, a imagem pertence ao Movimento da Mensagem de Fátima da Arquidiocese de Évora.

No dia 31 de maio de 2022, a estátua foi apresentada em Fátima, com a presença do escultor mamedense, que explicou o processo de construção. “Falando tecnicamente, é um processo que, no início, se desenvolve com um trabalho em barro, para resolver alguns detalhes técnicos e medidas canônicas, por aí fora, até chegarmos ao trabalho final, no qual tivemos de dar tudo por tudo, para conseguir passar para a matéria-prima tudo aquilo que está na cabeça. Eu acho que não se atinge certos níveis de ‘perfeição’, que não é a do lado técnico nem do lado estético, mas sim a perfeição que é aquela conseguir fazer com que, de facto, o crente perceba a mensagem que está ali”, explicou aos jornalistas.

A apresentadora de televisão Fátima Lopes é uma das embaixadoras da campanha de oração e elogiou a “beleza” e “doçura” da imagem. O mesmo fez o Papa Francisco, que benzeu a estátua, em outubro de 2021, num momento em que ressalvou a importância de sempre rezar pelo santo padre e de que o terço é a oração universal.

A ideia de criar a Senhora do Coração Orante, que já esteve em momentos de oração na cela de irmã Lúcia e no santuário de Fátima, surgiu a partir do centenário da imagem peregrina da Capelinha das Aparições e da morte de Jacinta.

“Ela é a Senhora de Fátima, só que representa a vida de todos os peregrinos. Quando vão a Fátima e à Capelinha das Aparições, eles têm o objetivo de pedir ou agradecer e fazem-no sempre através da oração e é tão interessante perceber que, quando chegamos à capelinha, Nossa Senhora já reza connosco e está de joelhos para levar as nossas orações a Deus”, explicou o padre João Luís Silva, pároco de Montargil.

Publicidade

Foto

Continuar a ler...

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Pode ler também...

} a || (a = document.getElementsByTagName("head")[0] || document.getElementsByTagName("body")[0]); a.parentNode.insertBefore(c, a); })(document, window);