Festival do Rancho Folclórico da Trofa animou Parque Nossa Senhora das Dores, com seis rancho a reavivar as tradições da região.

“O Malhão Mentiroso” e “Tiro Liro” foram apenas duas das músicas interpretadas pelo Rancho Folclórico da Trofa durante o 10º Festival do grupo que há 52 anos mantém vivos os usos e costumes da região.

Na tarde de sábado, 30 de julho, foram seis os grupos a subir ao tabuado, no Parque Nossa Senhora das Dores. Para além do anfitrião, a Trofa esteve ainda representada pelo Grupo de Danças e Cantares de Santiago de Bougado. O Rancho da Junta de Freguesia de Alcochete, o Rancho Folclórico da Casa do Povo de Aguçadoura (Póvoa de Varzim), o Rancho Folclórico de Paços de Sousa (Porto) e o Rancho As Carvalheiras de Argival (Póvoa de Varzim) completaram o cartaz deste festival que se realiza há uma década.

Alcino Paixão é o presidente da coletividade responsável pela organização do festival e no final “o único balanço a fazer” era de que “tudo correu às mil maravilhas”. “Não foi um dia muito abundante em pessoas, porque ao sábado à tarde não é tão proveitoso, mas de qualquer forma estavam aqueles que realmente gostam de folclore, o que para nós foi muito bom”, acrescentou.

O objetivo do festival era “cumprir uma tradição que já vem de há alguns anos”, tentando “melhorar sempre um pouco mais”.

{fcomment}