quant
Fique ligado

jonati

Trofa

PROJETOS PROPOSTOS PELOS JOVENS TROFENSES VÃO A VOTOS NA ASSEMBLEIA MUNICIPAL JOVEM

A 12ª edição do Orçamento Participativo Jovem conhecerá na próxima Assembleia Municipal Jovem os projetos vencedores.

Publicado

em

A Assembleia Municipal Jovem reúne, este sábado, 17 de dezembro, a partir das 14h30, no auditório do Fórum Trofa XXI, para apresentação dos projetos finais que irão a votação.

A 12ª edição do Orçamento Participativo Jovem conhecerá na próxima Assembleia Municipal Jovem os projetos vencedores.

Os projetos a concurso do 12º OPJ – Orçamento Participativo Jovem vão a votos pelos jovens da Assembleia Municipal, num total de oito propostas, cinco de âmbito escolar e três de âmbito concelhio.

Numa primeira fase, o OPJ recebeu oito projetos de âmbito escolar e quatro de âmbito concelhio.

Com início agendado para as 14h30, após a sessão de abertura, cada projeto concorrente fará a sua apresentação na Assembleia Municipal. A sessão contará com a presença de um delegado de cada projeto e da Mesa da Assembleia eleita no Conselho Municipal da Juventude.

Após a apresentação dos projetos seguir-se-á o período de votação de decorre até às 18h00, após a contagem dos votos e apuramento dos resultados, serão divulgados os resultados e entrega dos cheques aos projetos vencedores, por volta das 19h00.

Todos os jovens entre 10 e 35 anos, residentes, estudantes ou trabalhadores no concelho da Trofa podem votar nos projetos, das 14h30 às 18h00, no auditório do Fórum Trofa XXI, assim como qualquer jovem pertencente a uma associação do Concelho.

Publicidade

No âmbito escolar concorrem cinco projetos, “INOV@ + Giesta”,consiste em melhorar as condições e dotar a biblioteca/mediateca da EB Giesta com novos meios tecnológicos, didáticos e de bem-estar. “Inova com a tecnologia”, pretende dotar a Escola Secundária da Trofa de melhores condições em termos de equipamentos tecnológicos através da aquisição de novos computadores e projetores, com vista a melhoria das aprendizagens dos alunos. O projeto “Laboratório Digital” assume a criação de um Laboratório Digital na Escola Básica do Castro, organizado com zonas de trabalho para o desenvolvimento de projetos, atividades letivas, atividades lúdicas, e outras, usando tecnologias digitais. “Movimento Esprela Ativa” contempla a aquisição de material para a EB Esprela e a sua utilização nas aulas de Educação Física, com o objetivo garantir o desenvolvimento das capacidades psicomotoras fundamentais, exigidas pelos diferentes estádios de desenvolvimento motor, cognitivo, social e afetivo que caracterizam o nível etário do público-alvo e por último, o projeto “Novo material para Educação Física, aulas mais ricas e divertidas” consiste na compra de novo material desportivo para as aulas de Educação Física na EB 2/3 Prof.º Napoleão Sousa Marques., melhorando a qualidade o empenho e interesse dos alunos pela atividade física desportiva.

Após análise e validação, foram selecionados três projetos finais, no âmbito concelhio, “B2B2C 4.0” Consiste na criação de um espaço físico no CENFIM da Trofa, onde toda comunidade possam ter livre acesso à literacia digital com o objetivo de aprender e tomar contacto pela área das novas tecnologias, modelação 3D (CAD), programação, eletrificação, trabalhos de bancada, carpintaria e outras atividades que permitam alicerçar projetos de desenvolvimento pessoal e académico. “Biblioteca Humana da Trofa” é um projeto assente num modelo de storytelling, com o objetivo de criação da oportunidade de as pessoas poderem partilhar as suas histórias e vivências e possam, de certa forma, ventilar de uma forma informal as suas emoções e sentimentos, promovendo-se o diálogo e a aproximação entre pessoas. O terceiro projeto “Horta da Saúde – Horticultura Terapêutica” assenta na criação, no Centro Centro Social e Paroquial de S. Mamede do Coronado, constituída por uma estufa para a criação de hortas terapêuticas no seu interior, bem como uma horta na zona exterior. A zona exterior será destinada à comunidade, através da disponibilização de 4 talhões de aproximadamente 10m². Pretende-se, ainda, o desenvolvimento de atividades intergeracionais entre idosos e crianças.

Anualmente, a Câmara Municipal dispõe de uma verba de 25 mil euros do Orçamento Municipal para a concretização dos projetos vencedores, dos quais 17 500 euros são de âmbito geral ou associativo e 7 500 são de âmbito escolar.

Continuar a ler...

Edição 782

Marcada nova greve dos motoristas da Transdev e Ave Mobilidade

Está convocada uma nova greve de 24 horas para este mês.

Publicado

em

A 13 de janeiro, a greve dos motoristas provocou transtornos na circulação de transportes públicos rodoviários na rede explorada pela Transdev e pela Ave Mobilidade. A paralisação de 24 horas afetou o normal fluxo dos autocarros das empresas, que têm atividade no concelho da Trofa e territórios limítrofes, como Santo Tirso e Vila Nova de Famalicão.

Segundo o Sindicato dos Trabalhadores de Transportes Rodoviários e Urbanos do Norte (STRUN) a greve rondou os 75%, tendo tido mais impacto no Norte. José Manuel Silva, do STRUN, revelou que as contas do Sindicato apontam para “100%” de paralisação nalguns concelhos e os concelhos onde mais se notou foram “Fafe, Guimarães, Cabeceiras de Basto, Mondim de Basto, Celorico de Basto, Santo Tirso, Póvoa de Varzim, Vila do Conde e Porto”.

Está convocada uma nova greve de 24 horas para 6 de fevereiro e enquanto o dia não chega o STRUN mostrou-se disponível para reunir com a Transdev a fim de negociar as reivindicações dos trabalhadores.

O que reivindicam os trabalhadores?

Em comunicado, o STRUN acusou a empresa de “arrogância” e “falta de cedência da administração”, às pretensões dos motoristas, entre as quais “aumentos salariais a partir de janeiro de 2023 na mesma percentagem do salário mínimo nacional, ou da inflação, aquela que for mais favorável aos trabalhadores, como vão receber os trabalhadores das empresas filiadas na ANTROP [Associação Nacional de Transportes de Passageiros]”, o “horário de almoço entre as 11h00 e as 14h30, mínimo uma hora, máximo três horas” e um “horário de jantar entre as 19:30 e as 22:00” e o pagamento do pequeno-almoço para “quem inicia serviço antes das 06h00”.

Além disso, reivindicam que o local de trabalho deve ser “aquele para onde o trabalhador foi contratado e não pode rodar para outro mesmo que diste a mesma distância casa-trabalho”, e os trabalhadores, “sempre que na hora de almoço ou jantar estejam deslocados do seu local de trabalho”, devem ter “direito ao almoço ou jantar em deslocado”. Pretendem também “acumulação do subsídio de alimentação com almoço ou jantar em deslocado ou penalizado” e não aceitam receber o “subsídio de complemento de condutor”, pretendendo manter o “subsídio de agente único com a sua redação anterior”.

Ainda segundo o STRUN, os trabalhadores “não aceitam qualquer intervalo com duração inferior a uma hora” e “exigem que as escalas de serviço sejam fixadas em papel nos locais de trabalho”.

Continuar a ler...

Trofa

Fátima Lopes oferece imagem criada por santeiro mamedense a Tony Carreira

Esta terça-feira, a apresentadora de televisão Fátima Lopes, acompanhada pelo padre João Luís Silva, pároco de Montargil, visitaram a Associação Sara Carreira, criada por Tony Carreira em homenagem à falecida filha, e ofereceram uma imagem de Nossa Senhora do Coração Orante ao cantor.

Publicado

em

Esta terça-feira, a apresentadora de televisão Fátima Lopes, acompanhada pelo padre João Luís Silva, pároco de Montargil, visitou a Associação Sara Carreira, criada por Tony Carreira em homenagem à falecida filha, e ofereceu uma imagem de Nossa Senhora do Coração Orante ao cantor.

Esta imagem mariana, destinada a uma dar nome a uma capela a construir em Montargil, foi concebida em S. Mamede do Coronado, pelo artista santeiro Augusto Ferreira.

Uma mulher suplicante de joelhos com o coração na mão, a imagem pertence ao Movimento da Mensagem de Fátima da Arquidiocese de Évora.

No dia 31 de maio de 2022, a estátua foi apresentada em Fátima, com a presença do escultor mamedense, que explicou o processo de construção. “Falando tecnicamente, é um processo que, no início, se desenvolve com um trabalho em barro, para resolver alguns detalhes técnicos e medidas canônicas, por aí fora, até chegarmos ao trabalho final, no qual tivemos de dar tudo por tudo, para conseguir passar para a matéria-prima tudo aquilo que está na cabeça. Eu acho que não se atinge certos níveis de ‘perfeição’, que não é a do lado técnico nem do lado estético, mas sim a perfeição que é aquela conseguir fazer com que, de facto, o crente perceba a mensagem que está ali”, explicou aos jornalistas.

A apresentadora de televisão Fátima Lopes é uma das embaixadoras da campanha de oração e elogiou a “beleza” e “doçura” da imagem. O mesmo fez o Papa Francisco, que benzeu a estátua, em outubro de 2021, num momento em que ressalvou a importância de sempre rezar pelo santo padre e de que o terço é a oração universal.

A ideia de criar a Senhora do Coração Orante, que já esteve em momentos de oração na cela de irmã Lúcia e no santuário de Fátima, surgiu a partir do centenário da imagem peregrina da Capelinha das Aparições e da morte de Jacinta.

“Ela é a Senhora de Fátima, só que representa a vida de todos os peregrinos. Quando vão a Fátima e à Capelinha das Aparições, eles têm o objetivo de pedir ou agradecer e fazem-no sempre através da oração e é tão interessante perceber que, quando chegamos à capelinha, Nossa Senhora já reza connosco e está de joelhos para levar as nossas orações a Deus”, explicou o padre João Luís Silva, pároco de Montargil.

Publicidade

Foto

Continuar a ler...

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Pode ler também...

} a || (a = document.getElementsByTagName("head")[0] || document.getElementsByTagName("body")[0]); a.parentNode.insertBefore(c, a); })(document, window);