paradela-s.romaoInsólito é o mínimo que se pode dizer do jogo entre o Paradela e o Atlético Rio Tinto, que terminou com um empate a um golo. O jogo que até estava a surpreender pela positiva na primeira parte, tornou-se num exemplo do esteriótipo de partida atribuída à 2ª Divisão da Associação de Futebol do Porto, devido à polémica exibição do árbitro da partida.

Seis expulsões, quatro delas a jogadores do Paradela,  foram o resultado de uma arbitragem muito contestada por ambas as equipas, que à margem desses acontecimentos conseguiram oferecer um bom jogo de futebol nos primeiros 45 minutos.

O primeiro a marcar foi o Rio Tinto, graças ao ascendente conseguido nos 20 minutos iniciais. O Paradela só reagiu na desvantagem e igualou aos 40 minutos.

O treinador do Paradela, João Cruz, foi muito crítico na análise à exibição do árbitro e afirmou que tanto a sua equipa como o Rio Tinto “incomodam nos primeiros lugares da tabela classificativa”.

O Paradela ocupa o quinto lugar com 25 pontos.