“O PAN-Pessoas-Animais-Natureza apela a que o Município da Trofa, de forma imediata, apoie a restauração e o comércio local com medidas similares às recentemente apresentadas por outras autarquias”.

É desta forma que o partido PAN introduz o comunicado em que propõe que a Câmara Municipal “considere a difícil situação atual das micro, pequenas e médias empresas, com vista a definir políticas municipais para apoiar os estabelecimentos a não fechar portas e a manter os postos de trabalho, de forma a que a economia local não fique para trás”.

“Medidas como as já apresentadas pelo executivo camarário, como a redução da taxa de derrama, terão pouca ou nenhuma aplicação prática. Ao apoiar verdadeiramente estes serviços, todos os cidadãos e cidadãs beneficiam”, considera o responsável pela concelhia do PAN da Trofa, Fernando Geração.

Uma das medidas que o partido defende é o apoio aos restaurantes “nas entregas de refeições, em embalagens biodegradáveis, tal como já acontece noutros concelhos”.

“Apoio na aquisição de mobiliário e aquecedores para as esplanadas, o apoio à criação de novas esplanadas, o reforço da campanha de marketing focada na promoção da economia local e na economia circular, assim como um apoio extraordinário a fundo perdido de 4.000€ a 6.000€ para empresas do setor do comércio e restauração do concelho, com um volume de negócios em 2019 até 150 mil euros e com quebras de faturação em 2020 acima dos 20%” são outros das medidas reivindicadas.

“Acreditamos que desta forma será possível mitigar, mesmo que em parte, as perdas que estes setores têm sofrido devido à situação que o país atravessa, decorrente da Covid-19. A autarquia pode ter um papel fundamental para que nenhum setor fique para trás no nosso concelho e é por isso que continuaremos a pugnar”, defende Fernando Geração.