quant
Fique ligado

Edição 776

Pais conseguiram verbas para capacete que vai ajudar bebé com plagiocefalia

Publicado

em

Cátia Fernandes admite que o pedido surgiu em “modo desespero” por estar numa verdadeira “corrida contra o tempo”. Mãe de Letícia, de cinco meses recebeu o diagnóstico de que a menina sofre de uma plagiocefalia, uma deformação no crânio, que necessita, rapidamente, de ser corrigida através do uso de um capacete, que os pais, residentes na Trofa, não conseguiam comprar.
Através de um apelo nas redes sociais, noticiado pelo NT também na internet, os pais da Letícia conseguiram as verbas necessárias para adquirir o equipamento.
Em declarações ao NT, Cátia Fernandes explicou que notou uma deformidade na cabeça de Letícia, quando esta tinha “dois meses”. Desde então, a bebé tem sido seguida em osteopatia, de 15 em 15 dias. “Em média, gastamos entre 40 a 50 euros em cada sessão, que não são comparticipadas pelo Estado. Também compramos uma almofada específica, a Mimos, que custou 70 euros e que também não foi comparticipada pelo Estado. Entretanto, uma vez que a Letícia não revelava melhorias, a pediatra achou que era melhor ser vista por um neurocirurgião, mesmo específico para pediatria”, testemunhou.
Foi nessa consulta, a 26 de outubro, que o diagnóstico foi apresentado: a Letícia tem uma plagiocefalia e braquicefalia no grau 2.
Perante esta nova realidade, Cátia Fernandes ficou a saber que a osteopatia “pode ajudar, mas não a longo prazo”. “Mais cedo ou mais tarde, a Letícia pode vir a sofrer de outros problemas, ao nível da visão, auditivo e da fala, porque os ossos não alinhando, não vão deixar o cérebro ir para o sítio onde deve estar”, explicou.
Face ao diagnóstico, o neurocirurgião indicou que a Letícia deve usar uma ortótese, uma espécie de capacete – indicado apenas para casos graves -, que age com uma contraposição de forças, realizando um apoio nas áreas proeminentes do crânio, contendo o seu crescimento e deixando as áreas achatadas livres para crescerem, direcionando o próprio crescimento do crânio do bebé.
Como há um prazo de utilização, e não tinham o orçamento disponível, os pais da menina pediram ajuda na internet e em poucos dias conseguiram os 3500 euros necessários.
“Obrigada a todos que nos ajudaram. Ficaremos eternamente gratos pelo que fizeram pela nossa filha! Não temos palavras que cheguem para vos agradecer”, escreveram os pais, que prometeram “criar uma página” para divulgar “todo o processo” de recuperação de Letícia.

Continuar a ler...

Edição 776

Memórias e Histórias da Trofa: Festividade do Sagrado Coração de Jesus em Guidões

Publicado

em

Por

Nas próximas semanas, será inaugurada a Capela de Santa Barbará em Guidões, que representa um marco importante não só para a recuperação do seu património, mas também da sua identidade.
Uma capela ainda demolida no século XIX deixaria saudades na comunidade guidoense, sendo contudo apenas mais um dos elementos da sua religiosidade. Aconteceu numa fase da história em que os elementos da população eram extremamente devotos e claramente que a Igreja e a sua comunidade tinham um papel mais intenso na vida das comunidades.
A cultura popular/religiosa de Guidões é conhecida sobretudo pelas festividades em Honra de S. João, que conseguem fazer com que um elevado número de fiéis se desloquem a esta “pequena” freguesia para acompanharem as tradições religiosas como também profanas.
Mas, no final do século XIX, concretamente em 1896, eram anunciadas, em finais de julho, as festas em honra do Sagrado Coração de Jesus, sendo uma festividade com cunho claramente religioso se atendermos que as várias coberturas noticiosas colocam especial enfoque no programa religioso, enaltecendo e destacando a presença de vários confessores no dia anterior ao domingo festeiro.
As celebrações religiosas iriam ter especial importância, porque seria cantada “missa nova” que simboliza a ordenação de um novo sacerdote, um marco importante para a comunidade que tinha um filho da terra a adotar o caminho do sacerdócio, uma opção bastante respeitável.
O orador do sermão seria o padre de Cavalões, do vizinho concelho de Famalicão, que tinha uma presença habitual nas festividades da região, cumprindo com mestria as suas funções, o que fazia com que se destacasse entre os seus pares.
Os eventos pagãos eram desconhecidos, poderiam não ter um grande impacto logo não teriam grande destaque na imprensa, havendo referências apenas para a missa e também para a procissão que se ia realizar no final da eucaristia.
Um marco da história de Guidões, uma das tradições do futuro concelho da Trofa que o tempo fez questão de apagar, ou desvanecer nas brumas do tempo, que normalmente é o inimigo da história e da memória de um povo.

josepedroreis88@gmail.com

Continuar a ler...

Edição 776

José Alberto Reis, Rebeca e Nel Monteiro na festa de S. Romão

S. Romão do Coronado vai estar em festa em honra do padroeiro.

Publicado

em

Por

S. Romão do Coronado vai estar em festa em honra do padroeiro. A romaria por S. Romão acontece de 18 a 20 de novembro e música não vai faltar, com José Alberto Reis, Rebeca e Nel Monteiro como cabeças de cartaz.
Na primeira noite, dia 18, o palco será de Marcus Lima e José Alberto Reis, com início dos espetáculos musicais marcado para as 21h30. A acompanhar, a comissão de festas vai oferecer ao público castanhas e vinho.
A manhã de 19 de novembro começa com o som estridente dos bombos de Santa Maria de Gémeos, grupo de Guimarães, que vão percorrer as ruas de S. Romão para anunciar a festa. À noite, a música será rainha com Rebeca e a Banda Festival, em palco até à sessão de fogo de artifício.
No domingo, dia 20, a Fanfarra de Vilar de Andorinho dá entrada no Largo do Seixinho, onde terminará a procissão, que parte às 15h00 da Igreja Paroquial. No final, será feita uma bênção dos capacetes, na Rua do Município.
O resto da tarde contará com espetáculos musicais de Nel Monteiro e Lean Cruz.

Continuar a ler...

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Covid-19

Pode ler também

} a || (a = document.getElementsByTagName("head")[0] || document.getElementsByTagName("body")[0]); a.parentNode.insertBefore(c, a); })(document, window);