O padre Manuel António da Silva Pereira, fundador da Casa do Gaiato de Benguela, Angola, foi sepultado, esta manhã, no cemitério de Santiago de Bougado, localidade de onde era natural.

Nascido em 20 de janeiro de 1934, foi ordenado sacerdote a 4 de agosto de 1957 e foi incumbido de fundar a Casa do Gaiato de Benguela, Angola, em 1963, para onde se mudou, tendo sido responsável pelo acolhimento de dezenas de rapazes de rua, combatendo a delinquência juvenil.

Nos primeiros meses de 2020, passou o testemunho da Casa do Gaiato, recolhendo-se no Calvário, em Beire (Paredes), obra que sonhou ver replicada em Angola.