caminhada-ARJMuro-6

Associação Recreativa Juventude do Muro organiza 2ª edição da Caminhada Turística, com um percurso de “aproximadamente oito quilómetros”.

“Ponha-se a andar”. Esta é a proposta que a Associação Recreativa Juventude do Muro (ARJM) tem para a comunidade ao organizar na manhã deste domingo, 30 de junho, a segunda edição da caminhada turística. Dado o “sucesso” da primeira edição, que decorreu o ano passado, a associação decidiu manter esta iniciativa, com o intuito de “envolver toda a comunidade numa atividade diferente e de convívio saudável”. Já os patrocínios angariados serão “fundamentais para continuarem a desenvolver todas as outras atividades, para a manutenção dos espaços e para poderem continuar a oferecer boas condições aos sócios, atletas, dirigentes e demais simpatizantes”.

O início da atividade está previsto para as 9 horas, com uma “aula de aquecimento”, dinamizada por um dos parceiros oficiais, enquanto os participantes levantam as t-shirts e garrafas de água. Depois será dada a partida da sede da associação, junto ao edifício da Junta de Freguesia do Muro, passando pela Capela de S. Pantaleão, fontanário de Gueidãos e de Vilares, onde haverá “uma paragem para reagrupar todos os participantes, se refrescarem e se reabastecerem de água”, continuando pela antiga linha da comboios, “‘ponte da Peça Má’”, Aldeia Nova, antiga estação de CP do Muro e terminando na sede.

Na caminhada, com um percurso de “aproximadamente oito quilómetros”, estão inscritas “356 pessoas desde os quatro aos 70 anos de idade”. Contudo, a ARJM está a “desenvolver esforços para aumentar o número de participantes oficiais, com direito a t-shirt e garrafa de água”.

Segundo José Pedro Lima, presidente da ARJM, as expectativas são “as maiores e as melhores”, o que muito se deve ao “número de participantes que aumentou relativamente à primeira edição”, demonstrando que “o trabalho desenvolvido foi do agrado de todos”. “Esperamos que todos os participantes inscritos compareçam, que as condições climatéricas nos ajudem e que tudo corra dentro do previsto. Que seja uma grande festa e um grande convívio antes, durante e depois”, referiu.

O presidente acredita que esta iniciativa trará “mais visibilidade” à associação, que tem mostrado a sua “capacidade de dinamizar e organizar diferentes atividades”. “Estamos vivos e continuamos a lutar por algo melhor para todos”, concluiu.