quant
Fique ligado

jonati

Região

Multidão na pista de Guilhabreu para ver espetáculo de drift

Este domingo, o espaço encheu-se de várias centenas apreciadores de carros para ver as máquinas e as manobras mais ou menos perigosas dos drifters.

Publicado

em

A pista de Guilhabreu, em Vila do Conde, está a atrair cada vez mais adeptos do “aço”. Este domingo, o espaço encheu-se de várias centenas apreciadores de carros para ver as máquinas e as manobras mais ou menos perigosas dos drifters.

Um dos participantes do evento deste domingo, 22 de janeiro, publicou no Youtube um vídeo onde é possível ver alguns dos momentos que marcaram a tarde na pista.

Veja o vídeo: https://m.youtube.com/watch?v=8R6OZV43hgk.

Continuar a ler...

Região

Autarcas regozijam-se pelo não encerramento da maternidade: “Decisão defende os superiores interesses públicos da região”

“A decisão dada a conhecer hoje pelo diretor do SNS, Fernando Araújo, defende os superiores interesses públicos da região e é essencial para a competitividade, inclusivamente demográfica, de um território que é dos mais produtores e exportadores do país.”

Publicado

em

Os presidentes das Câmaras Municipais de Santo Tirso, Famalicão e Trofa, Alberto Costa, Mário Passos e Sérgio Humberto, respetivamente, regozijam-se publicamente pela decisão do Governo de não encerramento da maternidade do Centro Hospitalar do Médio Ave que serve os três municípios e que está instalada em Famalicão.

A decisão dada a conhecer hoje pelo diretor do SNS, Fernando Araújo,  defende os superiores interesses públicos da região e é essencial para a competitividade, inclusivamente demográfica, de um território que é dos mais produtores e exportadores do país.

“Depois da reunião com o Sr. Ministro da Saúde, que tivemos em outubro passado, ficámos descansados com o conhecimento que o Sr. Ministro demonstrou ter sobre a importância desta maternidade e sobre a excelência do trabalho lá desenvolvido. Esta decisão confirma a propriedade desse sentimento e não esperávamos outro desfecho que não este”, referiram os presidentes da Câmara, Mário Passos, Alberto Costa e Sérgio Humberto.

Recorde-se que o encerramento da maternidade do Centro Hospitalar do Médio Ave era uma das possibilidades adiantadas pelo estudo da Comissão de Acompanhamento de Resposta às Urgências de Ginecologia/Obstetrícia.

O Centro Hospitalar do Médio Ave está inserido numa região de grande força e vitalidade económica e social, servindo cerca de 250 mil habitantes. A administração tem sede em Santo Tirso, gerindo o Hospital Conde de São Bento, em Santo Tirso, e o Hospital S. João de Deus, em Famalicão. Em 2022 o Centro Hospitalar do Médio Ave registou um total de 1174 nascimentos, um acréscimo de 17% em comparação a 2021.

Os três Presidente de Câmara, que desenvolveram um ação concertada na defesa da manutenção da maternidade, que permitAutarcas regozijam-se pelo não encerramento da maternidade: “Decisão defende os superiores interesses públicos da região”iu ganhar força política e sensibilizar o poder central para o erro que seria o encerramento da maternidade de Famalicão, reforçam o seu contentamento com a decisão e reafirmam o seu compromisso “em contribuir para manter e elevar a qualidade dos serviços prestados no Centro Hospitalar do Médio Ave.”

Continuar a ler...

Região

Diretor executivo do SNS rejeita encerramento da maternidade de Famalicão

O presidente do conselho de administração do Centro Hospitalar do Médio Ave (CHMA), revelou “enorme satisfação” pela notícia e elogiou a forma como o processo foi conduzido.

Publicado

em

A decisão é do diretor executivo do Serviço Nacional de Saúde, Fernando Araújo, e a notícia avançada esta sexta-feira pelo JN. A maternidade de Famalicão, assim como a da Póvoa de Varzim, não é para encerrar, ao contrário do que recomendava a Comissão para a Reforma das Maternidades, que propunha o fecho de seis unidades como forma de “concentrar recursos”.

No documento de recomendação elaborado para o Governo, aquela entidade definia os encerramentos tendo em conta critérios como “número de partos”, mas também “as acessibilidades das populações” e “as distâncias entre maternidades”.

No entanto, Fernando Araújo, que recentemente passou pela maternidade de Famalicão, decide não acatar a recomendação e assume a manutenção do funcionamento daquela unidade.

No entanto, também segundo noticia o JN, terão de ser realizadas obras e reforçado o número de profissionais. No entanto, é destacado a atratividade das maternidades, que “superaram as melhores expectativas”, em número de partos, o ano passado. Na maternidade de Famalicão, realizaram-se 1175 partos e 20% das grávidas são de fora da área de influência.

Ao mesmo jornal, o presidente do conselho de administração do Centro Hospitalar do Médio Ave (CHMA), revelou “enorme satisfação” pela notícia e elogiou a forma como o processo foi conduzido, sublinhando as visitas ao terreno, diálogo com os profissionais e a análise de informação.

Nas redes sociais, Eduardo Oliveira, deputado famalicense do PS, congratulou-se com a notícia.

A maternidade de Vila Nova de Famalicão faz parte do Centro Hospitalar do Médio Ave e serve as populações dos concelhos de Famalicão, Santo Tirso e Trofa.

Publicidade

Recorde-se que, em outubro de 2020, entrou em funcionamento a Clínica da Mulher e da Criança, que foi construída na antiga área das urgências do Hospital de Famalicão, concentrando os cuidados de saúde prestados nas áreas da pediatria, ginecologia e obstetrícia, permitindo que os utentes recebam tratamento sem entrarem na área hospitalar.

Com um investimento global na ordem do 300 mil euros, a infraestrutura foi resultado de uma parceria entre a administração do hospital, a autarquia famalicense e a sociedade civil famalicense. A Câmara Municipal garantiu 50% do financiamento e ajudou a mobilizar a sociedade civil para o projeto que, ao abrigo do mecenato, garantiu a outra metade do investimento realizado.

Continuar a ler...

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Pode ler também...

} a || (a = document.getElementsByTagName("head")[0] || document.getElementsByTagName("body")[0]); a.parentNode.insertBefore(c, a); })(document, window);