Sede do Slotcar da Trofa recebeu uma prova da Bilharmania. Equipa trofense conseguiu o 3º lugar.

Hugo Oliveira é de Famalicão, mas faz, regularmente, alguns quilómetros para vir à Trofa… competir na modalidade de bilhar. Este é um dos atletas da equipa trofense, recentemente “adotada” pelo Clube Slotcar da Trofa.

O praticante foi um dos convocados para representar o clube na sétima e penúltima eliminatória da Liga dos Campeões, organizada pela Bilharmania. A Trofa foi palco desta prova que junta os melhores jogadores da região na modalidade.

Como não há “nenhum clube em Famalicão que pratique a variante de pool”, Hugo Oliveira encontrou na Trofa o local onde pode jogar na competição preferida. O trajeto competitivo começou “por acaso” em criança, ao ser influenciado pela paixão do avô, e depois de muitas jogadas entre amigos.

Hugo foi um dos jogadores que fez com que a equipa terminasse em 3º lugar na prova de sábado, estabilizando-a no 2º posto da competição composta por 13 formações.

Na final, os atletas que representam o Clube Slotcar vão lutar pelos dois últimos lugares do pódio, já que o Rio Tinto leva uma boa vantagem para conquistar o título.

O grupo trofense tem-se afirmado na modalidade ao longo desta época. Para além de poder garantir o pódio na Liga dos Campeões, ocupa a vice-liderança do campeonato, a pouca distância do líder.

Já as equipas de fora parecem gostar das condições oferecidas pelo clube. João Roque, jogador do SC Braga, que já jogou a nível internacional, afirmou que o espaço “tem todas as condições para a prática da modalidade”. “A Trofa tem muitos atletas e acho que temos um espaço onde poderão surgir novos valores”, afirmou. Opinião similar tem Fernando Ramos, responsável pela Bilharmania, que considera que “há excelentes praticantes”.

E para quem não conhece a Liga dos Campeões do bilhar, o organizador explica: “É uma competição composta por oito provas. No primeiro fim de semana de cada mês, a Bilharmania junta 13 equipas num determinado concelho. A prova é feita em sistema de duplo KO, ou seja, até ao fim todas as equipas vão perder duas vezes menos uma que é a campeã”.

Depois de adotar a modalidade, o Clube Slotcar da Trofa tem tentado atrair mais jovens para a prática de bilhar. De acordo com o presidente Mário Costa, o clube “tem tentado desenvolver o bilhar na Trofa” e tem como “objetivo principal apostar nos jovens”. “Estamos a tentar que, para além dos menos jovens, também os mais novos pratiquem a modalidade”, frisou. Já existe uma equipa juvenil, mas o clube “quer mais”.

{fcomment}