Nos dias 28, 29 e 30 de junho, as festas de S. Pedro prometem animar a aldeia da Maganha. Marchas populares continuam a protagonizar o momento-alto das festividades.

A aldeia da Maganha, em Santiago de Bougado, vai estar em festa no próximo fim de semana. S. Pedro é o santo popular que lá mora e que enche a avenida de pessoas, todos os anos. As marchas populares, que animam a noite de sábado, mantêm-se como cabeça de cartaz da festividade que, este ano, contou com um orçamento curto. “Tivemos menos apoios financeiros, as dificuldades são muito grandes”, admitiu António Castro, presidente da Associação Recreativa S. Pedro da Maganha, organizadora das festas. Os fundos angariados desde março, prazo habitual para a organização da romaria, não foram os mesmos, muito por culpa da crise financeira. E o pé de meia conseguido até ao início da preparação da festa já tinha sido canalizado nas obras da sede da coletividade. “O dinheiro não vai chegar. Alguém vai ter que custear e depois a associação vai angariar dinheiro para entregar a essa pessoa”, anunciou.

Leia a reportagem completa na edição desta semana d’ O Notícias da Trofa, disponível num  quiosque perto de si ou por PDF.