Sabia que pode poupar mais de 100€ por ano neste serviço?
Veja como o pode fazer com cinco passos muito simples

A fatura de energia é um dos encargos mensais mais expressivos para os trofenses, como para a generalidade dos portugueses. Para saber como poupar mais nos gastos com luz e gás, pedimos ajuda à Comparamais, site especializado em comparação de preços. E aqui ficam os cinco passos essenciais para poupar nas faturas de eletricidade e gás natural, de acordo com os conselhos que obtivemos.

#1 – Saber ler a fatura

É hábito dizer que “informação é poder”. Como tal, saber ler as informações da fatura de eletricidade é o primeiro passo para poupar. Segundo a Comparamais, deve ter especial atenção a dois valores: os custos para a potência contratada (kVA) e o preço da energia (€/kWh), já que os restantes fatores como impostos e taxas são iguais em todas as empresas. Por os valores surgirem em cêntimos, muitos clientes ignoram as diferenças nas tarifas das várias empresas. Mas a verdade é que no fim do ano elas podem dar origem a distâncias expressivas nas faturas dos vários fornecedores. Saiba agora ao que deve estar atento:

  • A potência contratada é um custo diário associado à potência máxima do seu contador de luz. Como tal, tem preços relativamente estáveis todos os meses. No entanto, cada empresa tem tarifas específicas e as diferenças entre elas podem superar os 30€ no fim do ano. Além disso, como os preços variam consoante a potência contratada, pode sempre optar por reduzir a potência para poupar mais alguns euros.
  • O custo da energia em €/kWh é o que tem mais peso na fatura. Por isso deve ter atenção a dois fatores. Em primeiro lugar, o próprio custo da energia em cada fornecedor. Por exemplo, em tarifas simples a Endesa e a Goldenergy permitem poupar mais de 30€ por ano em comparação à EDP Comercial.
    Em segundo lugar, se tem uma tarifa bi-horária verifique os gastos que está a fazer em períodos de Vazio (energia mais barata, durante a noite e fins-de-semana) e em Fora-Vazio (no resto do dia). Caso não tenha consumos expressivos nos períodos em que paga menos pela luz, deve tomar uma de duas opções: ou volta para uma tarifa simples, porque as tarifas de eletricidade são mais baratas em comparação aos períodos de Fora-Vazio; ou adapta as suas rotinas e passa a usar mais os eletrodomésticos durante a noite. Por exemplo, aproveite para usar as máquinas de lavar a roupa e a loiça nos períodos noturnos e equipamentos como o ferro de engomar ou o aspirador durante o fim-de-semana.

#2 – Conhecer as vantagens do mercado livre

Sabia que 80% dos clientes já estão no mercado liberalizado? Criado em 2006, com o objetivo de reduzir o preço da eletricidade e gás devido à concorrência entre operadores, a verdade é que muitos portugueses ainda não tiram partido das vantagens que o mercado livre oferece. O reflexo disso é um volume de trocas entre fornecedores muito baixo, e mais de 70% dos clientes concentrados numa empresa. Conheça as vantagens do mercado livre:

  1. Há várias empresas a concorrer no sector da energia. Os principais são a EDP Comercial, Endesa, Goldenergy, Iberdrola e Galp, cada uma com as suas tarifas;
  2. Cada empresa aplica descontos e outras promoções às suas tarifas. Deve saber que há muitas empresas de luz baratas.
  3. Pode trocar de fornecedor de luz e gás sempre que deseje, sem qualquer custo;
  4. A mudança de empresa é feita remotamente, sem qualquer intervenção em casa do cliente. Além disso, o fornecimento de luz e gás nunca é interrompido;
  5. Os contratos não têm fidelização. Como tal, se mudou de fornecedor mas passado pouco tempo encontrar preços mais baixos, pode voltar a trocar o serviço;
  6. A troca não costuma demorar mais que uma semana a ficar completa e é feita pelo operador, sem qualquer incómodo ou custo para o cliente;
  7. Em caso de avaria, seja qual for a empresa, a intervenção e resolução será sempre feita pela EDP Distribuição, a empresa distribuidora de energia em Portugal.

#3 – Conhecer os preços

Se já percebeu que não existe qualquer problema ao trocar de empresa, o passo seguinte é conhecer os preços de cada empresa. Para que possa ver como as tarifas de eletricidade podem mudar em cada fornecedor, e as vantagens que isso acarreta, a Comparamais fez uma comparação entre várias empresas. Estas são as tabelas de preços anuais para os dois níveis de potência contratada mais habituais nas casas dos portugueses (3,45 kVA e 6,9 kVA) com os consumos médios anuais dos agregados familiares em Portugal, de 2250 kWh.

Potência de 3,45 kVA

EmpresaPreço PotênciaPreço Eletricidade(€/kWh)Total Anual
(IVA 23% incluído)
EDP Comercial0,2200€ x 365 dias =
80,3€
0,1460€ x2250 kWh=
328,50€
502,82€
Endesa0,1675€ x 365 dias =
61,14€
0,1359€ x2250 kWh=
305,77€
451,29€
Goldenergy0.2177€ x 365 dias =
79,46€
0,1399€ x2250 kWh=
314,77€
484,90€
MEO Energia0,1480€ x 365 dias =
54,02€
0,1496€ x2250 kWh=
336,60€
480.46€

Potência de 6,9 kVA

EmpresaPreço PotênciaPreço Eletricidade(€/kWh)Total Anual
(IVA 23% incluído)
EDP Comercial0,3805€ x 365 dias =
138,88€
0,1456€ x2250 kWh=
327,60€
573,77€
Endesa0,3187€ x 365 dias =
116,32€
0,1359€ x2250 kWh=
305,77€
519,17€
Goldenergy0.3766€ x 365 dias =
137,46€
0,1399€ x2250 kWh=
314,77€
556,24€
MEO Energia0,3117€ x 365 dias =
113,77€
0,1496€ x2250 kWh=
336,60€
559.95€

#4 – Comparar e simular os preços

Estas tabelas demonstram as diferenças, antes de aplicados descontos e outras campanhas, entre diversos fornecedores. No entanto, os consumos são distintos em cada casa. Como tal, podem existir diferenças nas contas finais em cada fornecedor. Por isso é importante recorrer a um simulador de preços de luz e gás

Estas plataformas estão preparadas para, lendo a sua fatura de luz e gás, descobrir onde encontra os preços mais baixos. Além disso, elas podem até sugerir uma mudança no plano de energia, passando de uma tarifa simples para bi-horária ou vice-versa. Como tal, um simulador de luz e gás é essencial para poupar mais na fatura. Segundo os dados da Comparamais, a troca de fornecedor, especialmente nos dois serviços (luz e gás) pode facilmente representar uma poupança anual superior a 100€.

#5 – Mudar alguns hábitos

Por fim, há que destacar a adopção de hábitos mais ecológicos, reduzindo os consumos de energia desnecessários e optando por estratégias que tragam poupança. Aqui ficam alguns dos bons hábitos de eficiência energética que a Comparamais destacou:

  • Pintar a casa de cores claras. Isso ajuda a climatização natural e reduz a quantidade de lâmpadas que necessita para iluminar cada divisão;
  • Seja eficiente na climatização da casa. Feche as persianas de dia durante o Verão, para manter a casa fresca, e abra-as durante o Inverno para captar mais calor;
  • Utilize a iluminação LED que tem consumos de energia mais baixos. Segundo dados da ERSE, pode poupar 8€ por ano com cada lâmpada;
  • Aproveite o calor acumulado no fogão ou placa para desligar este eletrodoméstico um pouco antes de acabar de cozinhar. Dessa forma irá terminar a confeção da comida sem estar a gastar mais energia;
  • Evite deixar equipamentos como a TV e o Computador em stand-by. Por ano isso pode significar menos 50€ na fatura de luz;
  • Utilize as máquinas de lavar durante o período noturno, caso tenha uma tarifa bi-horária. Além disso, opte por programas com temperaturas mais baixas;
  • Para evitar perdas de calor, evite estar sempre a abrir a porta do forno;
  • Baixe a temperatura do esquentador no Verão;