quant
Fique ligado

Trofa

Luz e Gás – 5 passos para os trofenses pouparem

Publicado

em

Sabia que pode poupar mais de 100€ por ano neste serviço?
Veja como o pode fazer com cinco passos muito simples

A fatura de energia é um dos encargos mensais mais expressivos para os trofenses, como para a generalidade dos portugueses. Para saber como poupar mais nos gastos com luz e gás, pedimos ajuda à Comparamais, site especializado em comparação de preços. E aqui ficam os cinco passos essenciais para poupar nas faturas de eletricidade e gás natural, de acordo com os conselhos que obtivemos.

#1 – Saber ler a fatura

É hábito dizer que “informação é poder”. Como tal, saber ler as informações da fatura de eletricidade é o primeiro passo para poupar. Segundo a Comparamais, deve ter especial atenção a dois valores: os custos para a potência contratada (kVA) e o preço da energia (€/kWh), já que os restantes fatores como impostos e taxas são iguais em todas as empresas. Por os valores surgirem em cêntimos, muitos clientes ignoram as diferenças nas tarifas das várias empresas. Mas a verdade é que no fim do ano elas podem dar origem a distâncias expressivas nas faturas dos vários fornecedores. Saiba agora ao que deve estar atento:

  • A potência contratada é um custo diário associado à potência máxima do seu contador de luz. Como tal, tem preços relativamente estáveis todos os meses. No entanto, cada empresa tem tarifas específicas e as diferenças entre elas podem superar os 30€ no fim do ano. Além disso, como os preços variam consoante a potência contratada, pode sempre optar por reduzir a potência para poupar mais alguns euros.
  • O custo da energia em €/kWh é o que tem mais peso na fatura. Por isso deve ter atenção a dois fatores. Em primeiro lugar, o próprio custo da energia em cada fornecedor. Por exemplo, em tarifas simples a Endesa e a Goldenergy permitem poupar mais de 30€ por ano em comparação à EDP Comercial.
    Em segundo lugar, se tem uma tarifa bi-horária verifique os gastos que está a fazer em períodos de Vazio (energia mais barata, durante a noite e fins-de-semana) e em Fora-Vazio (no resto do dia). Caso não tenha consumos expressivos nos períodos em que paga menos pela luz, deve tomar uma de duas opções: ou volta para uma tarifa simples, porque as tarifas de eletricidade são mais baratas em comparação aos períodos de Fora-Vazio; ou adapta as suas rotinas e passa a usar mais os eletrodomésticos durante a noite. Por exemplo, aproveite para usar as máquinas de lavar a roupa e a loiça nos períodos noturnos e equipamentos como o ferro de engomar ou o aspirador durante o fim-de-semana.

#2 – Conhecer as vantagens do mercado livre

Sabia que 80% dos clientes já estão no mercado liberalizado? Criado em 2006, com o objetivo de reduzir o preço da eletricidade e gás devido à concorrência entre operadores, a verdade é que muitos portugueses ainda não tiram partido das vantagens que o mercado livre oferece. O reflexo disso é um volume de trocas entre fornecedores muito baixo, e mais de 70% dos clientes concentrados numa empresa. Conheça as vantagens do mercado livre:

  1. Há várias empresas a concorrer no sector da energia. Os principais são a EDP Comercial, Endesa, Goldenergy, Iberdrola e Galp, cada uma com as suas tarifas;
  2. Cada empresa aplica descontos e outras promoções às suas tarifas. Deve saber que há muitas empresas de luz baratas.
  3. Pode trocar de fornecedor de luz e gás sempre que deseje, sem qualquer custo;
  4. A mudança de empresa é feita remotamente, sem qualquer intervenção em casa do cliente. Além disso, o fornecimento de luz e gás nunca é interrompido;
  5. Os contratos não têm fidelização. Como tal, se mudou de fornecedor mas passado pouco tempo encontrar preços mais baixos, pode voltar a trocar o serviço;
  6. A troca não costuma demorar mais que uma semana a ficar completa e é feita pelo operador, sem qualquer incómodo ou custo para o cliente;
  7. Em caso de avaria, seja qual for a empresa, a intervenção e resolução será sempre feita pela EDP Distribuição, a empresa distribuidora de energia em Portugal.

#3 – Conhecer os preços

Se já percebeu que não existe qualquer problema ao trocar de empresa, o passo seguinte é conhecer os preços de cada empresa. Para que possa ver como as tarifas de eletricidade podem mudar em cada fornecedor, e as vantagens que isso acarreta, a Comparamais fez uma comparação entre várias empresas. Estas são as tabelas de preços anuais para os dois níveis de potência contratada mais habituais nas casas dos portugueses (3,45 kVA e 6,9 kVA) com os consumos médios anuais dos agregados familiares em Portugal, de 2250 kWh.

Potência de 3,45 kVA

Publicidade
EmpresaPreço PotênciaPreço Eletricidade(€/kWh)Total Anual
(IVA 23% incluído)
EDP Comercial0,2200€ x 365 dias =
80,3€
0,1460€ x2250 kWh=
328,50€
502,82€
Endesa0,1675€ x 365 dias =
61,14€
0,1359€ x2250 kWh=
305,77€
451,29€
Goldenergy0.2177€ x 365 dias =
79,46€
0,1399€ x2250 kWh=
314,77€
484,90€
MEO Energia0,1480€ x 365 dias =
54,02€
0,1496€ x2250 kWh=
336,60€
480.46€

Potência de 6,9 kVA

EmpresaPreço PotênciaPreço Eletricidade(€/kWh)Total Anual
(IVA 23% incluído)
EDP Comercial0,3805€ x 365 dias =
138,88€
0,1456€ x2250 kWh=
327,60€
573,77€
Endesa0,3187€ x 365 dias =
116,32€
0,1359€ x2250 kWh=
305,77€
519,17€
Goldenergy0.3766€ x 365 dias =
137,46€
0,1399€ x2250 kWh=
314,77€
556,24€
MEO Energia0,3117€ x 365 dias =
113,77€
0,1496€ x2250 kWh=
336,60€
559.95€

#4 – Comparar e simular os preços

Estas tabelas demonstram as diferenças, antes de aplicados descontos e outras campanhas, entre diversos fornecedores. No entanto, os consumos são distintos em cada casa. Como tal, podem existir diferenças nas contas finais em cada fornecedor. Por isso é importante recorrer a um simulador de preços de luz e gás

Estas plataformas estão preparadas para, lendo a sua fatura de luz e gás, descobrir onde encontra os preços mais baixos. Além disso, elas podem até sugerir uma mudança no plano de energia, passando de uma tarifa simples para bi-horária ou vice-versa. Como tal, um simulador de luz e gás é essencial para poupar mais na fatura. Segundo os dados da Comparamais, a troca de fornecedor, especialmente nos dois serviços (luz e gás) pode facilmente representar uma poupança anual superior a 100€.

#5 – Mudar alguns hábitos

Por fim, há que destacar a adopção de hábitos mais ecológicos, reduzindo os consumos de energia desnecessários e optando por estratégias que tragam poupança. Aqui ficam alguns dos bons hábitos de eficiência energética que a Comparamais destacou:

  • Pintar a casa de cores claras. Isso ajuda a climatização natural e reduz a quantidade de lâmpadas que necessita para iluminar cada divisão;
  • Seja eficiente na climatização da casa. Feche as persianas de dia durante o Verão, para manter a casa fresca, e abra-as durante o Inverno para captar mais calor;
  • Utilize a iluminação LED que tem consumos de energia mais baixos. Segundo dados da ERSE, pode poupar 8€ por ano com cada lâmpada;
  • Aproveite o calor acumulado no fogão ou placa para desligar este eletrodoméstico um pouco antes de acabar de cozinhar. Dessa forma irá terminar a confeção da comida sem estar a gastar mais energia;
  • Evite deixar equipamentos como a TV e o Computador em stand-by. Por ano isso pode significar menos 50€ na fatura de luz;
  • Utilize as máquinas de lavar durante o período noturno, caso tenha uma tarifa bi-horária. Além disso, opte por programas com temperaturas mais baixas;
  • Para evitar perdas de calor, evite estar sempre a abrir a porta do forno;
  • Baixe a temperatura do esquentador no Verão;
Continuar a ler...
Publicidade
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

Trofa

Meninos Cantores vão andar “por terras de Portugal” em concerto no auditório de S. Martinho

Os Meninos Cantores do Município da Trofa vão dar um concerto, esta sexta-feira, no auditório da Junta de Freguesia de Bougado, em S. Martinho.

Publicado

em

Por

Os Meninos Cantores do Município da Trofa vão dar um concerto, esta sexta-feira, no auditório da Junta de Freguesia de Bougado, em S. Martinho.

“Por terras de Portugal” é o epíteto do espetáculo onde serão apresentadas canções tradicionais portuguesas das várias regiões do país.

O concerto tem início marcado para as 21h30.

Continuar a ler...

Lifestyle

E-Sports e jogos online continuam em crescimento

Publicado

em

Por

Os jogos online estão em ascensão, mas para se compreender o futuro, é necessário olhar para o passado. Mas, para falar sobre a história dos videojogos, temos de começar por abordar os jogos da arcada. Na verdade, se é mesmo fã dos jogos online, saiba que pode jogar bingo online dinheiro real, um autêntico regresso ao passado. A década de 80 ficou marcada pelas máquinas de jogos e pelos “gameboys”. Os videojogos ganharam o seu lugar na sociedade. Mas não pararam por aí. O desenvolvimento dos primeiros computadores e da Internet deu origem ao “boom” mais significativo. Os anos 90 trouxeram o clássico jogo de cartas “Solitário” e os jogos para a “Playstation”. Nessa época, o mundo dos videojogos começa a fervilhar, sobretudo pela facilidade que a Internet trouxe. 

Em 2000, o nome “Sims” tornou-se popular. Surgiram ainda vários jogos para consolas e até novos aparelhos, tais como a Xbox, a Nintendo e a Nintendo Wii Fit. 10 anos depois, os “smartphones” tornaram possível jogar em qualquer lugar e a qualquer hora. Eram considerados uma espécie de computador de jogos que cabia no bolso. Este foi mais um ponto de viragem: a produção dos “smartphones”. E é exatamente nos telemóveis que se tem notado o maior crescimento nos jogos online. De acordo com os dados do Newzoo, em 2020, o mobile (“smartphones” e “tablets”) assumiram a liderança nos ganhos, com cerca de 82 mil milhões de euros, seguido pelas consolas, com quase 49 mil milhões de euros, e os computadores, com 36 mil milhões de euros. Neste setor, os jogos que foram surgindo tornaram-se verdadeiros fenómenos. Por exemplo, o jogo Angry Birds (em 2009) ou o Pokemón Go (em 2016). Este último chegou a ultrapassar os 500 milhões de “downloads”.

 

Em 2018, um artigo da Reuters referia que “os jogos são a forma de entretenimento favorita do mundo, já que a indústria de jogos gerou mais receita no ano passado do que a TV, os filmes e a música”. O mesmo artigo destacou ainda que as outras formas de entretenimento estavam em declínio. “A receita da TV caiu 8 por cento no ano passado – as vendas do setor de jogos estão aumentando a uma taxa anual de 10,7 por cento. Parte do maior crescimento vem de mercados relativamente novos, como a China, onde as vendas de jogos estão subindo 14 por cento ao ano”, pode ler-se.

Diversos estudos apontam o ano de 2020 como um ano de maior crescimento na indústria dos jogos online. Acredita-se que a pandemia de COVID-19, que consigo trouxe o isolamento social, fez com que os jogos aumentassem as suas receitas. Já este mês, a China concedeu novas licenças para jogos online pela segunda vez este ano, uma decisão que impulsionou as ações das gigantes de tecnologia neste mercado. Foram 60 novos jogos aprovados, depois de um lote inicial em abril, informou a Administração Estatal da Imprensa e Publicação ao Expresso.

Recorde-se que em julho de 2021, Pequim congelou o processo de licenciamento de jogos online e no mês seguinte, as autoridades impuseram ainda um limite de três horas por semana para menores de 18 anos jogarem online. Ou seja, as previsões de futuro para esta indústria mantêm-se idênticas ao panorama atual: crescimento sustentado, mas agora pais e filhos jogam juntos. Além disso, várias marcas também já estão a implementar os jogos na sua estratégia de marketing. Por exemplo, recentemente, o Boticário apresentou uma loja dentro de um jogo e o MCDonald ‘s inaugurou duas unidades virtuais (uma no Minecraft e outra no The Sims 4).

Continuar a ler...
EuroRegião Talks

Inscrições EuroRegião Talks

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Covid-19

Pode ler também