Em quase um ano de existência, o Lince.Trofa alberga 11 empresas. Os projetos empresariais, que estão instalados na Associação Empresarial do Baixo Ave (AEBA), foram apresentados em abril, numa ação que visou apresentar os primeiros resultados da incubadora, que funciona através da “influência direta dos empresários mais velhos” nos primeiros passos das startups. “Os tutores explicam a estratégia, o conceito de negócio, os recursos que tanto são físicos, financeiros ou humanos e a gestão”, explicou José Manuel Fernandes, presidente da AEBA, que espera ver nascer brevemente mais nove projetos empresariais.

Leia mais na edição papel nº669 de O Notícias da Trofa