jsdsocratres

Cerca de 20 militantes da JSD da Trofa aguardaram o primeiro-ministro à porta da empresa Frezite para se manifestarem contra o cancelamento das obras do Metro do Porto  e contra o desemprego jovem no concelho.

Quando o primeiro-ministro passou pelo grupo, os jovens ergueram cartazes com frases como “Sócrates Jamé”, e “E o metro, pá?”.

A presidente da concelhia da JSD, Sofia Matos, em declarações , afirmou que os militantes se manifestam não só contra as dificuldades sentidas pelos jovens da Trofa mas também de todo o país.

Leia a reportagem alargada na próxima edição d’O Notícias da Trofa, quinta-feira nas bancas