quant
Fique ligado

Edição 677

Intervenção Precoce na Infância domina Jornadas da ELI

Publicado

em

Refletir sobre o trabalho desenvolvido e perspetivar os desafios futuros nortearam as Jornadas da Equipa Local de Intervenção (ELI) Santo Tirso/Trofa, que decorreram no Fórum Trofa XXI, a 19 de setembro.

Composta por profissionais de saúde, segurança social e educação e coordenada pela médica pediatra Sara Figueiredo, a ELI Santo Tirso/Trofa reuniu-se num dia de abordagem às “várias etapas no Sistema Nacional de Intervenção Precoce na Infância (SNIPI), que são a referenciação, avaliação, intervenção e transição, envolvendo vários especialistas. Clínicos de medicina geral e familiar, pediatras, pedopsiquiatras, neuropediatras, fisiatras, enfermeiros, docentes, psicólogos, terapeutas da fala, terapeutas ocupacionais, fisioterapeutas e técnicos de diagnóstico e terapêutica e do serviço social” foram chamados a um evento que permitiu, igualmente, “reforçar a mensagem que no modelo do SNIPI os pais, as famílias, os cuidadores e os educadores fazem parte do processo da criança”.

“Os pais têm de estar sempre presentes e a nossa ideia é passar estratégias aos pais, ou seja, empoderar e envolver a família. É a família que tem um papel fundamental e privilegiado, já que está todo o dia com a criança”, evidenciou Sara Figueiredo.

A coordenadora da ELI Santo Tirso/Trofa salientou “a importância de intervir o mais cedo possível, uma vez que a plasticidade cerebral vai diminuindo com a idade, estando esta associada à capacidade de moldar em termos positivos ou negativos, pelo que a intervenção é tanto mais capaz quanto mais precoce for a idade da criança”.

O SNIPI tem a missão de garantir a intervenção precoce junto de crianças até aos seis anos de idade, com alterações ou em risco de apresentar alterações nas estruturas ou funções do corpo, tendo em linha de conta o seu normal desenvolvimento. Através das ELI, são desenvolvidas medidas de apoio integrado centrado na criança e na família, incluindo ações de natureza preventiva e reabilitativa, no âmbito da educação, da saúde e da ação social. 

Continuar a ler...
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

Edição 677

Estudantes russos conhecem Escolinha de Rugby

Publicado

em

Por

Foi como modelo de inclusão que a Escolinha de Rugby da Trofa se apresentou a uma comitiva russa de professores e jovens universitários, do curso de Empreendedorismo Social. A visita aconteceu no dia 21 de setembro e surgiu de um desafio lançado pela Área Metropolitana do Porto.

“Esta viagem teve o alto patrocínio da Universidade Estatal e do Presidente da Rússia e trouxe até à Trofa alunos provenientes de várias cidades daquele país (Moscovo, Rostov, Novosirbisk e Volgogrado)”, explicou Ricardo Costa. O responsável da Escolinha de Rugby referiu ainda que a visita a Portugal serviu para o “enriquecimento académico dos estudantes”, relativamente às “boas práticas de inovação social”.

“Desde a sua inauguração, em dezembro de 2013, a Escolinha de Rugby já recebeu a visita de instituições espanholas, irlandesas e russas que vêm até à Trofa conhecer um projeto considerado inovador e que é cada vez mais um exemplo de boas práticas sociais”, concluiu.

Continuar a ler...

Edição 677

Bianca é a nova amiga do Trofi (c/ vídeo)

Publicado

em

Por

Bianca foi o nome escolhido para a mais recente mascote do Clube Slotcar da Trofa. No sábado, dia 29 de setembro, o novo tigre-de-bengala branco da associação foi apresentado ao público mais jovem.

A nova amiga do Trofi vem complementar a história da mascote do Clube. “A ideia surgiu da necessidade de o Trofi, que já está crescido, ter uma namorada e assim alargamos o âmbito das nossas mascotes para um lado mais feminino, porque o Clube não é feito só de homens. Queremos que essa representatividade de géneros também esteja presente”, disse o vice-presidente do Clube Slotcar da Trofa, João Mendes.

Marisa Coutinho, responsável da empresa Boomer, afirmou que “a ideia é que a Bianca seja uma embaixadora da própria espécie, que consciencialize as pessoas para o risco de extinção da mesma e para a importância de preservarmos as espécies”.

A Quintinha da Susana, em Cidai, foi o local escolhido pela associação para apresentar a nova mascote, sendo que a festa conseguiu reunir várias crianças do concelho da Trofa, animando-os com um insuflável, pinturas faciais e um espetáculo de ballet de bailarinas da escola Passos de Dança. E até a Bianca mostrou os seus dotes na dança.

Continuar a ler...

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Covid-19

Pode ler também

} a || (a = document.getElementsByTagName("head")[0] || document.getElementsByTagName("body")[0]); a.parentNode.insertBefore(c, a); })(document, window);