Hoje escrevo-vos para falar de uma das freguesias que tem sido pouco abordada nas minhas crónicas e desde já assumo a minha culpa por esse facto. Escreverei desta vez umas linhas sobre a Igreja Paroquial de Alvarelhos, uma das construções históricas do nosso concelho com mais carisma e reconhecimento geral do público.

A sua presença e a sua área envolvente são um bom cartaz para captar a atenção do comum turista.

A existência de instalações religiosas em Alvarelhos provêem de tempo bastante remoto, possível encontrar no Castro de Alvarelhos o pouco que resta de uma estrutura que terá sido a primeira igreja católica nos limites da freguesia.

Aliás esse castro que é um dos ex-libris da cultura trofenses, com uma marca profunda para perceber a riqueza e a dimensão dos povoados em épocas bastante remotas.

O edifício em questão é do século XVII e no dia da sua inauguração e nos restantes ficaram marcados por importantes romarias à igreja por devoção a S. Caetano. A Igreja Católica tinha bastante influência no seio da comunidade.

Um templo que certamente teria muita atividade de fiéis o que fazia com que certamente houvessem várias alfaias e esse inventário ocorrido em 1603 é demonstrativo que as instalações tem de facto uma idade bastante remota e que já ultrapassaram os 400 anos.

As obras são sempre continuas, na procura de melhorar aquelas instalações para conseguir dar um pouco de conforto aos seus fiéis, mas, sobretudo, uma questão de imponência e crescimento para demonstrar a vitalidade do culto católico na localidade.

Várias datas, estão espalhadas pelo edifício em especial 1682 a data de possível reconstrução de uma das portas de serventia do mesmo, como também anos anteriores a 1643 a construção do púlpito.

A romaria a S. Caetano iria terminar no decorrer do século XIX, na década de 30, e anteriormente em 1758 nas memórias paroquiais é referido que a paróquia é dedicada a Santa Maria, festejava o dia da Assunção da Virgem a 15 de agosto, contando com um alta mor e várias imagens, continuando no seu interior a imagem de S. Caetano, S. Sebastião.

Um importante ex. libres da história de Alvarelhos e também da Trofa que merecia uma visita sua e dos seus para melhor conhecerem da história desta nossa localidade.

José Pedro Reis
Historiador