O Optimus Primavera Sound apresentou esta manhã os detalhes da sua primeira edição, a realizar-se no próximo mês de Junho, na cidade do Porto. O Parque da Cidade recebe as principais atuações do festival desde quinta-feira, 7 de Junho, até sábado, 9 de Junho. No domingo, dia 10, o espírito do Primavera Sound desloca-se à cidade para celebrar o último dia de concertos.

Bilhetes e pontos de venda:

O passe geral para o Optimus Primavera Sound custa 85€ (+ gastos), preço que se manterá até dia 20 de Fevereiro. Os pontos de venda são Ticketline, Ticketmaster, Seetickets UK e Paypal. Também se podem adquirir através da página de Facebook. Mais informação sobre os pontos de venda em www.optimusprimaverasound.com

Artistas confirmados Optimus Primavera Sound 2012

THE AFGHAN WHIGS, ATLAS SOUND, BAXTER DURY, BEACH HOUSE, BIGOTT, BJÖRK, BLACK LIPS, CODEINE, DEATH CAB FOR CUTIE, DEATH GRIPS, DEMDIKE STARE, DIRTY THREE, THE DRUMS, EROL ALKAN, ESPERIT!, EXPLOSIONS IN THE SKY, THE FLAMING LIPS, FOREST SWORDS, GALA DROP, I BREAK HORSES, JAMES FERRARO AND THE BODYGUARD, JEFF MANGUM (NEUTRAL MILK HOTEL), JOHN TALABOT (LIVE), LEE RANALDO, MUJERES, NEON INDIAN, NUMBERS SHOWCASE (JACKMASTER, ONEMAN, DEADBOY, SPENCER, REDINHO), THE OLIVIA TREMOR CONTROL, OTHER LIVES, THE RAPTURE, RUFUS WAINWRIGHT, SAINT ETIENNE, SHELLAC, SISKIYOU, SLEEPY SUN, SPIRITUALIZED, TALL FIRS, TENNIS, THEE OH SEES, VERONICA FALLS, THE WALKMEN, THE WAR ON DRUGS, WASHED OUT, WAVVES, WE TRUST, WILCO, WOLVES IN THE THRONE ROOM, THE XX, YANN TIERSEN, YO LA TENGO.

A organização apresentou a localização dos quatro palcos, que recebem as principais bandas do cartaz nos dias 7, 8 e 9 de Junho no Parque da Cidade. O palco principal terá o nome Optimus e repartirá as grandes atuações com o palco Primavera. O palco ATP será comissariado pela promotora britãnica All Tomorrow’s Parties, conhecida por organizar os festivais homónimos. O quarto palco combinará novas bandas de aclamado sucesso para se centrar, nas últimas horas do dia, nos principais djs e concertos onde a dança é obviamente o denominador comum. No dia 10, último dia do festival, o espírito Primavera Sound desloca-se à cidade do Porto.

Com o objetivo de proporcionar ao público do festival uma experiencia global do evento, a organização dedicará um esforço extra à cenografia no recinto do Parque da Cidade.  Desta forma, foram também apresentadas as ideias do projeto de cenografia desenvolvido pelo artista plástico João Paulo Feliciano, que estará encarregue de assumir a direção artística da primeira edição do festival. O seu projeto será, seguramente, um fator diferencial, fazendo da estética um dos principais atributos do Optimus Primavera Sound.

No âmbito do seu estatuto de main e naming sponsor, a Optimus já começou a preparar a sua presença no festival de forma a proporcionar aos presentes uma experiência absolutamente inesquecível. Por outro lado, dentro das suas ações de marca, a Optimus trata de mostrar a sua preocupação pelo meio ambiente e procura que o público desfrute do festival de forma sustentável.

Nas suas ações de ativação de marca, a Optimus teve especial preocupação com o meio envolvente e com a proteção do espaço. Assim, a Optimus vai incentivar o uso da bicicleta como meio de transporte privilegiado para o acesso ao festival, criando especificamente um parque de bicicletas no recinto e oferecendo um gift a todos os que se desloquem utilizando este meio de transporte.

Ao mesmo tempo, e para que o público possa desfrutar de uma experiência única com a natureza, ao sabor da melhor música independente do mundo, a Optimus recria o cenário dos tradicionais pic-nics no parque, disponibilizando toalhas para que o público possa relaxar no relvado do Parque da Cidade, ao longo de todos os dias do festival.

O Optimus Primavera Sound apresenta-se como mais um grande evento da cidade, que reforçará o caminho da afirmação da marca Porto no panorama nacional e internacional, alavancando a aposta que tem vindo a ser feita pela Câmara Municipal do Porto na atracão de eventos de grande qualidade e notoriedade, aptos a diferenciar a sua oferta e com elevado potencial de atracão turística.

Esta aposta num festival de música tão conceituado, representa de facto mais um passo na estratégia que tem vindo a ser seguida, e onde o Turismo é visto como um factor decisivo e estratégico para a competitividade da cidade, da região e do país. O Optimus Primavera Sound permitirá certamente a activação dos recursos turísticos da cidade e a captação de novas associações e mais valor para a marca Porto contribuindo, assim, para a consolidação progressiva da sua imagem enquanto destino no panorama turístico internacional. A sua realização no Porto será com certeza vista e vivida como um acontecimento único e irrepetível. E também por isso a Câmara Municipal do Porto acredita que muitos serão aqueles que não vão querer perder esta oportunidade de viverem este evento, nesta cidade.