quant
Fique ligado

Espetáculos

Festival MEO Marés Vivas’17 2º DIA – Fotorreportagem

Publicado

em

A segunda noite de MEO Marés Vivas fez-se uma vez mais de muito calor, boa energia e boa música. A abrir as ostes do Palco Santa Casa, João Pequeno e, de seguida, Kappa Jota. A fechar, Mundo Segundo jogou em casa com “Sempre Grato”(2016).

Ainda o sol ia alto e os Amor Electro já desafiavam o público a mostrar a garra nortenha. Entre “A Máquina”, “Mar Salgado” ou “Só é Fogo se Queimar”, Marisa Liz defendeu com unhas e dentes a música portuguesa. E com “Juntos Somos Mais Fortes” houve espaço para lembrar a tragédia de Pedrógão Grande e enaltecer a onda de solidariedade gerada.

Lukas Graham, declaradamente impressionados com a beleza, clima e até mesmo a cerveja que encontraram a Norte de Portugal, retribuíram a bênção em elogios, muitos brindes e menos roupa…mas já lá vamos. “Drunk in the Morning”, “Mamma Said” e a fechar “7 Years” foram cantados em uníssono pelo público. Entre os temas dos dois álbuns da banda, Lukas foi relembrando histórias de infância, pediu para erguerem os copos em homenagem ao seu pai e não fez cerimónia no momento de tirar a t-shirt para dar corpo a “Strip No More”.

Oito anos depois, Scorpions voltam ao Cabedelo para o deixar mais uma vez em estado de sítio. Os cinco alemães provaram que a idade é apenas um número com um arranque eletrizante, onde nenhum pormenor foi deixado ao acaso. A enxurrada de rock puro e duro amainou com a chegada de “Always Somewhere”, “Send Me an Angel” e “Wind of Change” a proporcionar um momento de rara beleza que certamente deixou muita gente arrepiada. Mais tarde Mikkey Dee viria a ficar sozinho em palco para dar uma lição de bateria enquanto se erguia, não aos céus mas perto disso, numa plataforma elevatória feita à sua medida. O concerto terminou com “Still Loving You” e “Rock You Like a Hurricane” a varrer o recinto e o público agradeceu numa ovação que se fez ouvir do outro lado da margem.

A fechar o Palco MEO, Expensive Soul tinham a difícil tarefa de segurar o público no pós-Scorpions. E fizeram-no, com toda a vivacidade e irreverência que já lhes é característica. Cantaram “O Amor é Mágico”, “Cupido”, “Tem Calma Contigo” ou “Hoje é o Dia Mais Feliz da Minha Vida” sem nunca descorar os incentivos aos braços no ar ou palmas ritmadas. E como esta parecia ser a noite em que a ausência de camisolas servia de dress code, Demo e New Max lá convenceram um generoso número de homens da plateia a livrarem-se delas para o encore. O concerto chegou ao fim ao som de “Eu Não Sei”, pautado por um sem número de agradecimentos e pelas memórias dos 18 anos de carreira da banda, que levaram Demo às lágrimas.

No Palco RTP Comédia desfilaram as gargalhadas à responsabilidade de Ana Bola, Pedro Neves, Joana Santos e Pedro Mata. E a noite não terminou sem antes subir ao Palco Beirão Dj Oder e We Dem Boyz.

Uma casa cheia e momentos memoráveis que fez subir a fasquia para os que se seguem no terceiro e último dia de festival: Sting, Seu Jorge e Miguel Araújo, entre outros.

Publicidade

Continuar a ler...
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

Espetáculos

CCB transmite concerto da Orquestra de Câmara Portuguesa no Museu Soares dos Reis

Publicado

em

Por

O Centro Cultural de Belém vai transmitir, no dia 15 de julho, o concerto Serenata, da Orquestra de Câmara Portuguesa, no Museu Soares dos Reis, no Porto. A entrada é livre e a transmissão começa às 21h30.

Este evento surge no âmbito do projeto CCB – Cidade Digital, que o Centro Cultural de Belém desenvolve, em parceria com a Direção-Geral do Património Cultural, com o objetivo de transmitir gravações de espetáculos do CCB por todo o país e permitir a novos públicos, a fruição digital de espetáculos, em lugares fundamentais da nossa cultura e identidade.

Continuar a ler...

Espetáculos

FESTIVAL EDP VILAR DE MOUROS – HORÁRIOS

Publicado

em

A organização do festival EDP Vilar de Mouros acaba de divulgar os horários dos concertos que vão decorrer nos dois palcos, o EDP e o MEO, preparados para receber as 18 bandas que atuam nos dias 22, 23 e 24 de agosto, sob a promessa de um ano inesquecível para todos os apaixonados por música.

A edição 2019 traz-nos um cartaz eclético e com confirmações de peso: no palco EDP atuam bandas como os The Cult, Manic Street Preachers, Anna Calvi, The Offspring, Skunk Anansie, Nitzer Ebb, Prophets of Rage, Gogol Bordello e Linda Martini, e, no palco MEO os Therapy?, The Wedding Present, Tape Junk, The Sisters of Mercy, The House of Love, Clan of Xymox, Fisher-Z, Gang of Four e Jarojupe.

Deslocação (Desconto CP e Transfer Gratuito Óptica Pistosga)
Os festivaleiros com passe do evento têm 30% de desconto na CP na compra de viagens em intercidade, inter-regionais e regionais com destino e partida de Caminha, de 18 a 25 de agosto. O transfer gratuito de autocarro panorâmico entre Caminha e o Festival mantém-se, com o patrocínio da Óptica Pitosga, com paragens no Terreiro (Caminha), na estação de comboios e no Festival das 14h às 4h, com periocidade de 30 em 30 minutos.

Pequeno-almoço do campista
A pensar no bem-estar dos campistas, o EDP Vilar de Mouros e a Pastelaria Riviera sugerem um prático pequeno-almoço que inclui Leite ou Sumo + Pão ou Croissant Misto + Fruta, por apenas 3,50€, de 19 a 25 de agosto. As encomendas deverão ser feitas até às 11h do dia anterior à entrega e deverá ser levanta no Posto de Informações, junto da entrada principal do Parque de Campismo, entre as 9h30 e as 10h00.

DJ’s e animação até às 4h
De 22 a 24 de agosto, vai existir, pela primeira vez, um espaço de entrada livre com DJ’s, animações e bares até às 4h, para que todos possam fazer parte da história do EDP Vilar de Mouros e possam beber o que de melhor tem o festival.

“O Melhor do Festival toca a todos”
No âmbito da campanha “O Melhor do Festival Toca a todos”, desenvolvida em parceria com a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, destaca-se a aposta no apoio à modernização e melhoria zonas de mobilidade reduzida, da sua sinalética, bem como melhorar a qualidade dos caminhos de acesso a essas mesmas áreas, no sentido de proporcionar melhor conforto e bem-estar aos seus utilizadores. Por outro lado, pretende-se garantir o apoio a pessoas com mobilidade reduzida através da presença de técnicos da SCML no local e estacionamento próximo da entrada. 

Vertente Social e ecológica
Outra das novidades passa pela ação de sensibilização de recolha de roupa, no centro de Caminha, com o apoio da Coca-Cola. As peças doadas serão entregues a instituições locais e cada participante receberá uma coca-cola por doação.

Publicidade

Como medida de sustentabilidade também a mobilidade para o recinto é reforçada com a disponibilização de bicicletas gratuitas, com dois pontos de recolha/entrega, um no recinto e outro em caminha, que fazem igualmente a ligação entre as praias fluvial e marítima.

Numa edição prestes a arrancar, a freguesia de Vilar de Mouros e o festival preparam-se para escrever mais uma página da sua história. Os últimos anos têm contado com a presença de milhares de visitantes e vários artistas que têm marcado cada edição, como os Incubus, The Pretenders, Editors, dEUS, GNR, U2, Elton John, UB40, Rammstein, Bob Dylan, Neil Young, Peter Gabriel, PJ Harvey, Zeca Afonso, Amália, Carlos Paredes entre muitos outros.

O EDP Vilar de Mouros tem data marcada para os dias 22, 23 e 24 de agosto e os bilhetes encontram-se disponíveis nos locais habituais e na Ticketline.

Continuar a ler...

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Covid-19

Pode ler também