Após um ano de interregno, a Feira Franca está de volta a Alvarelhos. Com um orçamento “perto dos 20 mil euros”, a organização promete “muitas surpresas” para esta edição de 2015, a começar com um aumento na duração do certame, a visita das crianças das escolas do concelho e concentrações de velocípedes e de automóveis antigos.                                                                                                                                         O presidente do Rancho Folclórico de Alvarelhos, Rui Costa, contou que “não tinha que ser” o grupo a “continuar a encabeçar a organização da Feira Franca”, tendo dado a “possibilidade a outra associação ou entidade de tomar posse da organização deste evento”. Como até ao “final do mês de janeiro não apareceu ninguém”, o Rancho de Alvarelhos achou “por bem voltar a organizá-la”. Apesar de a receita do certame “não ser um dos pontos mais importantes da organização”, a mesma poderá ajudar a associação com “as obras”, uma vez que a sede tem “muitas infiltrações” e precisam de “pôr uma cobertura nova”. Além disso, o Rancho está disponível a “ceder alguma verba sobrante do evento” para ajudar “alguma instituição que esteja com alguma carência”. Aliado a isso, o principal objetivo da Feira Franca é “fazer uma festa para toda a população”, uma vez que o “povo precisa um bocadinho de se divertir, de conviver e estar uns com os outros”.
Com “muitas surpresas” prometidas para os quatro dias do certame, Rui Costa destacou, entre as várias atividades, os pontos altos de cada dia. No dia de abertura, a 7 de maio (quinta-feira), a organização salienta a mega aula de zumba, organizada pela Academia Alva pelas 19.30 horas, e a atuação dos “Amigos Concertinas da Maia”, pelas 21.30 horas. Já na sexta-feira, o dia será dedicado às “cerca de 600 crianças” das escolas do concelho, que estão convidadas a visitar o certame e a divertirem-se nos passeios de jerico, insufláveis e animações do Mickey e da Minnie. Pelas 21 horas há a atuação do Grupo de Danças e Cantares de Mafamude e do Rancho Folclórico S. Cosme de Gemunde, acabando com o espetáculo de Marcus e as suas bailarinas, pelas 23.30 horas. No sábado o destaque vai para as Concertinas e Cantares ao Desafio pela CRCA de S. Torcato (14 horas), a Concentração de Velocípedes (15 horas), a atuação do Grupo de Cavaquinhos da Escola Dramática de Milheirós (20.30 horas) e a atuação da banda Sleeping Forest (23 horas). Já no domingo, o relevo vai para o Passeio de BTT pela Rota dos Fontanários (9 horas) que vai contar com a presença de cerca de “300” betetistas, a concentração de automóveis antigos pelo Clube Slotcar da Trofa (11 horas) e a atuação da Banda Raízes do Minho (21.30 horas).
O presidente do Rancho espera que o certame “corra, no mínimo, tão bem como na última edição”, esperando “superar as expectativas”, uma vez que tem havido “muita afluência”. “Temos tido a adesão de todas as associações, tanto da freguesia de Alvarelhos como de Guidões. Convido todas as pessoas, uma vez que tivemos o cuidado de abranger, de uma forma muito concreta, todas as faixas etárias. Se quiserem passar um bom bocado, de certeza que se vão divertir imenso, porque vamos ter muitas surpresas. Apareçam que serão muito bem recebidos”, concluiu.