Faleceu, aos 87 anos, Alberto Vieira de Sá, habitualmente conhecido como “Alberto Vinhas”, filho mais velho de Avelino Moreira Vinhas, com quem aprendeu, aos 11 anos, a manter vivo o ofício da Arte Sacra. O Mestre partiu mas deixa o desejo de manter viva a Arte Sacra e o da criação de um museu no Coronado.

Reportagem completa para ler na edição 646 do jornal O Notícias da Trofa.