quant
Fique ligado

Trofa

Faleceu Maria Júlia Padrão

Publicado

em

Faleceu esta sexta feira a Drª Maria Júlia Padrão. Tinha 96 anos.

Natural de Santiago de Bougado, Maria Júlia Padrão nasceu a 3 de dezembro de 1923, graduou-se em 1945 na Faculdade de Farmácia do Porto. No último ano da licenciatura, inscreveu-se na Faculdade de Medicina do Porto e tirou simultaneamente o curso de enfermeira visitadora.

Em 1951 abriu com a irmã a Farmácia Moreira Padrão. As duas irmãs criaram um serviço farmacêutico, na Trofa dos anos 50, que ainda hoje seria vanguardista. Montadas em bicicletas, dispensavam medicamentos e serviços de enfermagem ao domicílio.

É amiga de D. Duarte Pio, que a ajudou a instalar a Caixa de Crédito Agrícola na Trofa bem como outras instituições.

O corpo encontra-se depositado na Capela Funerária nº 1 da Igreja Nova.

A Missa de corpo presente realiza-se pelas 09:45 horas de Domingo, dia 04 de Outubro na Igreja Matriz de Santiago de Bougado , indo para o cemitério de Paranhos – Porto.

Nota: o corpo transitará para a Igreja Matriz pelas 08:45 horas de Domingo.

Devido à pandemia COVID-19 o uso de máscara é obrigatório e aconselhamos o distanciamento social.

Publicidade
Continuar a ler...

Trofa

«CANTATA DE PEDRA» CHEGA À CASA DA CULTURA PELA VOZ DOS MENINOS CANTORES DO MUNICÍPIO DA TROFA

Publicado

em

Por

Os Meninos Cantores do Município da Trofa apresentam «Cantata de Pedra», a partir do livro “José, Será Mago?”, no próximo dia 4 de dezembro, pelas 11h00, na Casa da Cultura. A cantata tem texto e música de Mário João Alves.

Depois do sucesso na Fundação José Saramago – Casa dos Bicos, em Lisboa e na Antiga Estação, na Alameda da Estação, chegou a vez da Casa da Cultura receber a interpretação dos Meninos Cantores do Município da Trofa, da «Cantata de Pedra» a partir do livro “José, Será Mago?”. Esta apresentação, que vai decorrer a 4 de dezembro, pelas 11h00, tem texto e música de Mário João Alves.

“Se o título pergunta, o texto responde, ao longo de uma história cheia de sinais e ecos da voz do grande mago. Como qualquer mago, o José leva a vida a maguear, descendo e subindo o rio grande na sua jangada de pedra. Viaja tranquilo, encostado ao pilar que lhe serve de apoio perfeito, enquanto escreve. O Ruivo diz que as suas palavras não têm filtros: nascem-lhe no cérebro, escorregam-lhe pela língua e apoiam-se no coração, para sair com a ressonância das coisas genuínas”, refere Mário Alves, autor do texto e música da peça “José, Será Mago?”.

“Falar nos Meninos Cantores do Município da Trofa é falar, inevitavelmente, em magia. As atuações dos nossos meninos são um orgulho não só para a Autarquia, não só para o nosso Concelho, mas para o nosso país. O resultado de qualquer atuação é sempre algo brilhante.”, acrescenta Renato Pinto Ribeiro, Vereador do Pelouro da Cultura da Câmara Municipal da Trofa. 

Recordamos que o coro dos Meninos Cantores do Município da Trofa, fundado a 1 de outubro de 1999, foi o primeiro projeto avançado pelo pelouro da Cultura da Câmara Municipal da Trofa. O coro é formado por cerca de 40 elementos e é dirigido desde a sua fundação pela maestrina Antónia Maria Serra.

Fonte CM Trofa

Continuar a ler...

Assinatura em pdf

Edição 778 do Jornal O Notícias da Trofa

Publicado

em

Por

Edição impressa de 01 de dezembro de 2022 (mais…)

 

Já é assinante? Inicie sessão

Não é Assinante? Clique aqui e assine os nossos conteúdos a partir de 1 euro

 

Continuar a ler...

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Covid-19

Pode ler também

} a || (a = document.getElementsByTagName("head")[0] || document.getElementsByTagName("body")[0]); a.parentNode.insertBefore(c, a); })(document, window);