Faleceu, aos 75 anos, o ex-presidente da Junta de Freguesia de Guidões, Bernardino Maia. O histórico socialista estava internado no Hospital de S. João, no Porto, devido a doença prolongada.

As cerimónias fúnebres decorrem estar terça feira dia 5 de maio.
Em nota enviada ao Noticias da Trofa a famlilia informa que ” Apesar de todos querermos prestar a nossa sentida homenagem, a família pede devido às circunstâncias que vivemos, que se abstenham de comparecer.”


Bernardino Maia foi presidente da Junta de Freguesia durante 20 anos até 2013, ano marcado pela limitação de mandatos e em que se verificou a agregação de Guidões a Alvarelhos.

Em 2018, foi homenageado por mais de uma centena de pessoas, num jantar que serviu para agraciá-lo pelos vários anos de dedicação à freguesia guidoense. Na ocasião, o ex-autarca admitiu ter-se sentido “muito acarinhado”. “Foi uma família que esteve naquele jantar. Porque foi sempre assim que eu senti o povo de Guidões, como se fosse a minha família”, declarou.

Da sua atividade política, destaca-se uma das últimas obras marcantes para a freguesia: a construção da Casa Mortuária, inaugurada em 2013.

Era uma pessoa muito ligada às raízes e sempre falou de Guidões com especial apreço: “Guidões tem sido o centro da minha vida e das minhas preocupações. Quem me conhece, e penso ser sobejamente conhecido na minha freguesia, sabe das profundas ligações que tenho às gentes de Guidões”, referiu Bernardino Maia numa das inúmeras entrevistas concedidas ao jornal O Notícias da Trofa, esta antes da última eleição como presidente da Junta, em 2009.