Está patente, desde o dia 6 de Novembro e até final do mês, na delegação da Trofa da Cuz Vermelha Portuguesa uma exposição de modelismo assinada por António Marranita.

O modelismo trata-se de uma atividade de recriação em escala reduzida de modelos, por exemplo carros, navios, aviões, helicópteros e comboios. António Marranita começou com os aviões de guerra, na escala de 1/72, baseando-se na 2ª Guerra Mundial. Esta é uma época histórica fértil para os modelistas, uma vez que “houve um grande avanço tecnológico, que permitiu inventar todo o tipo de veículos e armamento”.

Depois dos aviões, seguiram-se os tanques de guerra, figuras, dioramas (paisagens em que se misturam dois ou mais veículos) e, neste momento, são os navios que ocupam grande parte do tempo livre de António Marranita. A escala transitou para 1/35, aumentando a dificuldade, proporcionalmente, o gosto pela construção.