quant
Fique ligado

Trofa

Empresa que apresentou preço mais barato para construir Paços do Concelho da Trofa vai impugnar concurso

Publicado

em

A empresa de Valongo Atlantinível vai entregar uma providência cautelar ao Tribunal Administrativo e Fiscal do Porto a solicitar a suspensão da adjudicação da obra de construção dos Paços do Concelho da Trofa, noticiou, esta sexta-feira, o JN.

A obra foi entregue à Telhabel, de Vila Nova de Famalicão, que apresentou um preço de execução de 8,25 milhões de euros, cerca de 428 mil euros mais caro que a proposta da Atlantinível, que ficou em 2.º lugar na avaliação do júri no concurso público.

Ao confirmar-se a impugnação do concurso, atrasa-se o início da obra. Aquando da apresentação do projeto, o presidente da Câmara Municipal, Sérgio Humberto, anunciou que 2021 era o ano previsto para a conclusão da empreitada, que coincide com a realização das eleições autárquicas.

Recorde-se que a adjudicação da obra à Telhabel foi aprovada em reunião de Câmara, com os votos contra do vereadores do PS.

Amadeu Dias, vereador socialista, explicou o voto desvaforável pelo facto de o executivo de Sérgio Humberto ter feito a “adjudicação ao quarto preço mais baixo”, atribuindo a obra à empresa de Vila Nova de Famalicão Telhabel, Construções SA, no valor de 8.254.071,60 euros quando a “segunda proposta mais baixa (apresentada pela Atlantinivel, Construção Civil SA) está quase 500 mil euros (7.825.941,08 Euros) abaixo da que foi adjudicada”.

Sobre a contestação em torno da construção do edifício que vai nascer nas antigas instalações das Rações Trofense, o presidente da câmara, Sérgio Humberto, disse à Lusa que o caderno de encargos que “definia 55 por cento para a parte financeira e 45 por cento para a valia técnica foi aprovado por unanimidade na câmara”, motivo porque rotulou de “muito estranha” a postura assumida pelo PS relativamente à “intenção de adjudicação”.

Continuar a ler...
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

Trofa

Acidente em Covelas na A3 (c/vídeo)

Publicado

em

Por

Uma colisão na Autoestrada 3 (A3), no sentido Valença-Porto, provocou um ferido. 

A colisão, que envolveu uma viatura ligeira e uma viatura pesada, deu-se ao km 18.5, em Covelas, cerca das 17h35m, causando apenas ferimentos leves no condutor da viatura ligeira, um homem de 52 anos, que não necessitou de tratamento hospitalar.

No socorro estiveram os Bombeiros Voluntários de Santo Tirso, com sete operacionais e duas viaturas, apoiados pela a SIV da Unidade de Santo Tirso do Centro Hospitalar do Médio Ave, a Brigada de Trânsito da Maia da GNR e a assistência da Brisa.

Continuar a ler...

Trofa

Cansado do atum e da cavala? A Mercadona apresenta-lhe as conservas de frango, pescada e salmão

Atum e cavala são aqueles ingredientes mais conhecidos, entre as conservas, mas no que toca à secção, a Mercadona quis inovar e acrescentou às prateleiras a gama de conservas ao natural de frango, pescada e salmão da marca própria Hacendado.

Publicado

em

Por

Atum e cavala são aqueles ingredientes mais conhecidos, entre as conservas, mas no que toca à secção, a Mercadona quis inovar e acrescentou às prateleiras a gama de conservas ao natural de frango, pescada e salmão da marca própria Hacendado.

“Sem glúten e ideais para acompanhar arroz, massa, saladas ou para comer diretamente da lata, cada unidade contém exclusivamente peito de frango, lombo de pescada e salmão com a particularidade de serem cozidos diretamente na lata e conservados apenas em água e sal, o que permite manter o sabor e todas as propriedades nutricionais”, explicou a retalhista.

Estes produtos versáteis e práticos destinam-se a todos os clientes, mas ganharam um lugar especial no coração dos desportistas e dos que gostam de manter uma alimentação cuidada, “por ser uma opção natural, com baixo teor de gordura e rica em proteínas, permitindo a confeção de receitas saudáveis e muito fáceis de preparar“.

Divulgação

Continuar a ler...

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Covid-19

Pode ler também