quant
Fique ligado

Desporto

Depois de 3 adiamentos começou hoje o julgamento do caso Trofense

Publicado

em

Começou na manhã desta segunda feira, depois de adiado 3 vezes, o julgamento do caso Trofense.

As sessões realizam-se na sala dos Bombeiros Voluntários de Valadares, em Vila Nova de Gaia e decorrem nos dias 6, 7, 8 e 9 de setembro.

Este é o terceiro local escolhido para acolher o julgamento, depois de, no primeiro adiamento, em outubro de 2020, os advogados se terem queixado da “falta de condições de trabalho”, no auditório municipal de Vila Nova de Gaia. Nessa altura o vereador Renato Pinto Ribeiro, um dos arguidos, esteve mesmo em isolamento profilático devido a contacto com uma pessoa infetada com COVID-19, levando a adiamento do julgamento.

Recorde-se que sete pessoas são acusadas pelo ministério público de abuso de poder, falsificação de documentos, fraude na obtenção e desvio de subsídio, num caso que envolve a Câmara Municipal da Trofa e o Clube Desportivo Trofense, assim como duas empresas da Trofa.

Em causa está uma alegada “falta de fiscalização” das “verbas públicas atribuídas pela autarquia para obras de manutenção e requalificação do Complexo Desportivo do Trofense, em Paradela”, acabando o dinheiro alegadamente desviado pelo então presidente do clube Paulo Melro, para pagamentos de salários e outras despesas do futebol profissional do Trofense. As verbas em causa estariam, alegadamente, destinadas à requalificação dos relvados e apoio na construção de uma sala de estudos no complexo do clube em Paradela. Nesse ano (2014) o Clube Desportivo Trofense viu ser-lhe atribuído um valor global de 135 mil euros de subsídios por parte do município.

O caso remonta a julho de 2014 data em que a Câmara da Trofa assinou um contrato programa de desenvolvimento desportivo, com o Clube Desportivo Trofense, no valor de 135 mil euros, para apoiar as camadas jovens do clube.

A Câmara Municipal da Trofa terá pago a totalidade do subsídio previsto no referido contrato programa, dos quais 60 mil se destinavam a “obras de conservação e manutenção no complexo desportivo de Paradela”. No entanto, sabe-se agora que, de acordo com a acusação do Ministério Público (MP),“não foram efetuadas” as obras.

Publicidade

O esquema passaria pela apresentação por parte do C.D.Trofense de faturas do montante das obras alegadamente realizadas, juntando depois um requerimento com a discriminação das obras. Os técnicos da câmara validaram as despesas, segundo o MP, sem as fiscalizar, através de uma informação, despachada favoravelmente por Artur Costa, chefe de divisão do Desporto, Cultura e Turismo da Câmara Municipal da Trofa e pelo diretor de departamento Vicente Seixas. Com a concordância do vereador Renato Pinto Ribeiro, que despachou a 22 de janeiro de 2015 foi pago cerca de um mês depois, por transferência bancaria o montante de 22.500 euros, referente à última tranche ainda em falta.

Na sequência das denúncias recebidas, a Polícia Judiciária do Porto “efetuou buscas ao Clube Desportivo Trofense e às instalações da Câmara da Trofa, tendo recolhido documentos e conteúdo dos servidores da câmara e procedeu à cópia dos ficheiros eletrónicos das caixas de correio do presidente da Câmara, Sérgio Humberto e da sua chefe de gabinete, Zita Formoso, de acordo com o despacho de acusação a que o NT teve acesso.

O julgamento realiza-se no auditório municipal de Vila Nova de Gaia pelo devido ao facto de o tribunal não ter uma sala que permita realizar em segurança, devido ao Covid-19, o julgamento.

Continuar a ler...

Desporto

Sporting de Braga vence Trofense na estreia na Taça da Liga

Publicado

em

Por

O Trofense estreou-se hoje na presente edição da Taça da Liga de futebol com uma derrota 3-0 frente ao Braga, em jogo da primeira jornada do Grupo D.

A vitória ‘arsenalista’ ficou praticamente assegurada na primeira parte, com os golos de Simon Banza, aos 16 minutos, e de Al Musrati, já na reta final da primeira parte, aos 42, tendo Hernâni, no último lance do encontro, aos 90+4, fechado a contagem.

Com este triunfo, o Sporting de Braga isolou-se no primeiro lugar do grupo, com três pontos, mais dois do que Casa Pia e Paços de Ferreira, que empataram entre si 1-1 no passado domingo, enquanto o Trofense, da II Liga, é quarto, sem pontos.

Continuar a ler...

Desporto

Casquilha é o novo treinador do Trofense: “Não acredito que esta equipa seja tão má”

Jorge Casquilha foi, esta quinta-feira, apresentado oficialmente como treinador do Clube Desportivo Trofense.

Publicado

em

Por

Jorge Casquilha foi, esta quinta-feira, apresentado oficialmente como treinador do Clube Desportivo Trofense.

Em conferência de imprensa, o técnico, que já não treinava há duas temporadas e que já “sentia o bichinho” para regressar, afirmou que a principal missão é fazer a equipa “sair da posição” em que está. “Estamos identificados com a equipa, agora é lógico que só com treinos e jogos é que nos vão dar mais informação sobre os jogadores”, começou por dizer o treinador, que esteve acompanhado de toda a equipa técnica que o acompanhará.

“Estamos em zona de descida, temos de sair rapidamente dessa situação até para libertar a cabeça dos jogadores e eles ganharem muito mais confiança, porque nestas posições cada jogo é uma final e não é isso que queremos para o Trofense”.

Jorge Casquilha não antevê “reajustes” no plantel no imediato, porém, não fecha a porta a essa possibilidade no mercado de inverno. “Não acredito que esta equipa seja tão má que o lugar corresponde à qualidade da equipa, claramente que não. Não está é bem e quando a cabeça não funciona, o corpo não vai atrás”, referiu o treinador, que vê nos três jogos da Taça da Liga que se avizinham uma oportunidade de “conhecer o plantel em competição”.

Continuar a ler...

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Covid-19

Pode ler também

} a || (a = document.getElementsByTagName("head")[0] || document.getElementsByTagName("body")[0]); a.parentNode.insertBefore(c, a); })(document, window);