quant
Fique ligado

Noticias

DECO alerta para falsos intermediários de crédito

Publicado

em

Verifica-se um crescente número de burlas relacionadas com falsos intermediários de crédito que contribuem para o agravamento da situação financeira das famílias.

Habitualmente, o esquema mais comum passa pela recolha dos dados do consumidor pela entidade e pela simulação da análise da viabilidade da concessão do empréstimo. Depois, consumidor é informado que o crédito foi aprovado e é-lhe então solicitada a transferência de um montante para finalizar o empréstimo.

Chega mesmo a ser enviado um comprovativo falso a indicar que a transferência do valor do empréstimo já foi efetuada, encontrando-se a creditação do valor na conta do consumidor pendente do pagamento de uma quantia referente a despesas de processo, comissão de aprovação do crédito, etc. Será um valor na ordem de algumas centenas de euros e, ao ser efetuado o pagamento e consumada a burla, o consumidor fica sem o crédito e sem o dinheiro pago, deixando de conseguir contactar com a alegada entidade financiadora.

Como prevenir estas situações?

Em primeiro lugar, deve consultar na página do Banco de Portugal a lista de entidades de autorizadas a conceder crédito de forma a confirmar se aquela entidade se encontra legalmente registada. Deve também estar atento a vários indícios de que se trata de uma burla:

– Contactos telefónicos inexistentes ou escassos, números do estrangeiro; endereços de e-mail não institucionais;

– Morada no estrangeiro ou um simples apartado;

Publicidade

– Páginas na internet ou em redes sociais com erros ortográficos;

– Testemunhos pouco verídicos que procuram atestar a fiabilidade das entidades financiadoras;

– Falta de referências sobre aquela entidade em outros sites ou referências negativas;

– Aprovação de crédito de forma célere (numa questão de horas/dias) e desburocratizada (não lhe é exigida qualquer documentação);

O recurso a entidades não autorizadas para conceder crédito poderá resultar em graves danos para os consumidores, uma vez que estas entidades não se encontram sujeitas disposições legais que salvaguardam os interesses do consumidor e a estabilidade do sistema financeiro.

Esteja alerta para estas potenciais práticas fraudulentas.

Para mais informações, contacte o Gabinete de Proteção Financeira da DECO: deco.norte@deco.pt; 223 391 960

Publicidade
Continuar a ler...

Desporto

Taça da Liga. Trofense empata com Paços de Ferreira e garante apuramento do SC Braga

Publicado

em

Por

O Sporting de Braga qualificou-se este sábado para os quartos de final da Taça da Liga de futebol, ao beneficiar do empate 1-1 entre Trofense e Paços de Ferreira, em jogo da segunda jornada do Grupo D.

Depois de vencerem na visita ao Casa Pia por 1-0, com golo de Vitinha, e terem derrotado o Trofense por 3-0 na primeira jornada do agrupamento, os bracarenses somam seis pontos, inalcançáveis para os pacenses, que são segundos classificados, com dois pontos, quando falta disputar uma ronda.

Na Trofa, Maga adiantou a equipa da casa, aos 27 minutos, com Marcos Valente, na própria baliza, a dar o empate aos visitantes aos 57, quando estes já jogavam em inferioridade numérica devido à expulsão, por acumulação de amarelos, de Ferigra quatro minutos antes.

Nos quartos de final da Taça da Liga, o Sporting de Braga vai defrontar o vencedor do Grupo B, neste momento liderado pelo Sporting, com os mesmos três pontos do Rio Ave, com apenas uma jornada disputada.

C lusa

Continuar a ler...

Trofa

«CANTATA DE PEDRA» CHEGA À CASA DA CULTURA PELA VOZ DOS MENINOS CANTORES DO MUNICÍPIO DA TROFA

Publicado

em

Por

Os Meninos Cantores do Município da Trofa apresentam «Cantata de Pedra», a partir do livro “José, Será Mago?”, no próximo dia 4 de dezembro, pelas 11h00, na Casa da Cultura. A cantata tem texto e música de Mário João Alves.

Depois do sucesso na Fundação José Saramago – Casa dos Bicos, em Lisboa e na Antiga Estação, na Alameda da Estação, chegou a vez da Casa da Cultura receber a interpretação dos Meninos Cantores do Município da Trofa, da «Cantata de Pedra» a partir do livro “José, Será Mago?”. Esta apresentação, que vai decorrer a 4 de dezembro, pelas 11h00, tem texto e música de Mário João Alves.

“Se o título pergunta, o texto responde, ao longo de uma história cheia de sinais e ecos da voz do grande mago. Como qualquer mago, o José leva a vida a maguear, descendo e subindo o rio grande na sua jangada de pedra. Viaja tranquilo, encostado ao pilar que lhe serve de apoio perfeito, enquanto escreve. O Ruivo diz que as suas palavras não têm filtros: nascem-lhe no cérebro, escorregam-lhe pela língua e apoiam-se no coração, para sair com a ressonância das coisas genuínas”, refere Mário Alves, autor do texto e música da peça “José, Será Mago?”.

“Falar nos Meninos Cantores do Município da Trofa é falar, inevitavelmente, em magia. As atuações dos nossos meninos são um orgulho não só para a Autarquia, não só para o nosso Concelho, mas para o nosso país. O resultado de qualquer atuação é sempre algo brilhante.”, acrescenta Renato Pinto Ribeiro, Vereador do Pelouro da Cultura da Câmara Municipal da Trofa. 

Recordamos que o coro dos Meninos Cantores do Município da Trofa, fundado a 1 de outubro de 1999, foi o primeiro projeto avançado pelo pelouro da Cultura da Câmara Municipal da Trofa. O coro é formado por cerca de 40 elementos e é dirigido desde a sua fundação pela maestrina Antónia Maria Serra.

Fonte CM Trofa

Continuar a ler...

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Covid-19

Pode ler também

} a || (a = document.getElementsByTagName("head")[0] || document.getElementsByTagName("body")[0]); a.parentNode.insertBefore(c, a); })(document, window);