Paróquia de Santa Maria
de Alvarelhos:
Ana Maria, de São Roque; Ana, filha da anterior, de 1 ano; Rita, filha de Joaquim da Costa Maia, de Alvarelhos de Cima, de 1 ano; Manuel Francisco, de Crasto; Teresa, do Vale; Rosa Maria, de Sidoi; Miquelina, filha de António José Gorgulho, de 1 ano, do Vale; Manuel da Costa, do Ribeiro; Manuel Pedro da Silva, do Vale; Maria, filha natural de Ana, solteira, do Ribeiro, 1 ano; Caetano Gonçalves de Azevedo, do Vale; Ana Duarte, da Grova; Caetana Maria de Sousa, de Sidoi. (O Reitor Francisco de Moura Pinto Coelho)

Paróquia de São Martinho
de Bougado:
Manuel Rodrigues, o Venda, do Padrão, de 66 anos; Joaquim, filho de Manuel António Dias, de Finzes, de 12 dias; Domingos Rodrigues, de Mosteirô; Custódia Maria, de Real, de 70 anos; José da Costa, de Paradela, de 75 anos; Joaquina, filha de João Rodrigues Costa, de Paradela, de 8 anos; Ana Joaquina Duarte, de Finzes, de 39 anos; Leonarda, filha de Manoel José Oliveira, de São Martinho, de 2 anos e 3 meses. (O Abade Joaquim José da Fonseca Pedrosa)

Paróquia de São Tiago
de Bougado:
Narciso José de Magalhães, da Trofa, de 76 anos; Jerónima da Silva, de Cidai, de 66 anos; Joaquim, filho de António Custódio, da Lagoa, de 9 anos; Joaquina, filha natural de Maria Joaquina, solteira, de Lagoa, de 11 meses; Feliz, filho de Gregório António dos Santos, de Cidai, de 2 meses; Ana da Costa, da Trofa, de 72 anos; Tomásia Maria da Costa, da Lagoa, de 52 anos; Maria da Costa, de Bairros, de 74 anos; Joaquina, filha de Manuel da Costa Pereira, da Maganha, de 32 meses; Gabriel da Cunha, da Lagoa, de 66 anos; Gabriel João, de Bairros, de 84 anos; Mariana Rodrigues, de Cedões, de 78 anos, Bárbara da Costa, da Lagoa, de 55 anos; Teresa da Costa Ferreira, da Lagoa, de 66 anos; Mariana Domingues, da Maganha, de 46 anos; Ana Maria da Costa, da Maganha, de 75 anos, Mariana Domingues, de Cidai, de 62 anos. (O Abade Gaspar Barbosa Pimenta e Sol)

Paróquia de São Mamede
de Coronado:
Antónia, das Fontes, de 35 anos; António Domingues, das Fontes, de 40 anos, José Correia, de Águalevada, de 60 anos; Manuel Moreira, de Breto, de 35 anos; Maria da Silva da Assunção, de Vilar de Lila, de 76 anos; Bernardo da Silva, de Breto, de 55 anos; José Martins Pereira, de Louredo, de 58 anos; Teodósio José dos Santos, de Águalevada, de 80 anos; Maria, filha natural de Maria Vinhas, do Casal, menor. (O Abade José Vieira da Rocha)

Paróquia de São Romão
de Coronado:
Maria, filha de Joaquim José, de 7 anos; Pedro António, filho de Manuel António, menor; Maria, solteira, de maior idade, da Portela; Josefa Rosa, solteira, de maior idade; Domingos António, viúvo, da Mamôa. (Dr. Caetano José da Cunha Cândido, Abade )

Paróquia de São Martinho
de Covelas:
Ana Maria, casada; Rosa, filha de António Bento, de Quereledo, de 3 anos e 3 meses; Joaquim, filho de Pedro António, de Coura, de 8 dias; João Pedro da Cunha e Azevedo, Abade desta Igreja, faleceu nas Caldas do Gerez e aí foi sepultado; Joaquina, filha de António Bento, de Quereledo, de 12 dias; Ana Maria Domingues, de Lemende; Caetano da Silva, de Rindo. (O Abade João Pedro da Cunha Azevedo e O Abade António de Sousa e Azevedo)

Paróquia de São João
Baptista de Guidões:
Caetana Maria Rosa, do Outeiro, de 22 anos; Ana, filha de Manuel José Ribeiro, do Serro, de 3 meses e 9 dias; Ana Maria da Silva, do Serro, de 70 e tantos anos; António José da Cunha, de 70 anos. (O Pároco Joaquim da Costa Pereira)

Paróquia de São Cristóvã
do Muro:
João Manuel da Costa, de Vilares; Bárbara Domingues, de Vilares; Rosa, menor, filha de Manuel da Costa, de Vilares; José António de Sousa, de Vilares; Ana, menor, filha de Maria Francisca, de Matos; José Moreira de Sousa, de Real; Antónia Moreira, de Matos; João Francisco Alves, de Vilares. (O Reitor Pedro Maria Sloyer)

(Fonte: Livros dos
Assentos Paroquiais)

O toque dos sinos no dia
de fiéis defuntos

Ofício n.º 102, do Administrador para o Regedor da freguesia de Alvarelhos:

Levo ao conhecimento de V.ª Ex.ª que segundo as disposições do Edital do Governo Civil deste distrito, de 18 de Fevereiro de 1892, é da competência do respectivo pároco regular o toque do sino em ocasiões de quaisquer orações públicas e outros actos religiosos. Informam-me de que nessa freguesia é costume no dia de fiéis defuntos tocar-se constantemente os sinos e sendo necessário regular esses toques informo a V.ª S.ª em vista das prescrições do citado edital que tais toques são proibidos antes do amanhecer e depois das 9 horas da noite, não podendo durar cada toque mais de cinco minutos cada um, excepto para finados, pois que neste caso poderá haver três toques de cinco minutos cada um, com o intervalo ao menos de um quarto de hora. Acerca do assunto que deixo expendido deve V.ª S.ª obrar de harmonia com o respectivo pároco e evitar que se repitam como nos anos anteriores toques a dobrados. Os contraventores que infringirem as disposições do citado edital serão punidos com as penas nele designadas.

Santo Tirso,
19 de Outubro de 1894.

O Administrador, A. Machado.

(Fonte: C. M. de Santo Tirso. Correspondência Expedida.
Livro n.º 780)