Pela primeira vez, a Creche Padre Joaquim Ribeiro reuniu crianças, familiares e funcionários num jantar-convívio, na Quinta da Azenha.

“Um clima harmonioso, de confiança e com momentos de prazer, alegria e diversão”. Foi desta forma que Mariana Azevedo, coordenadora pedagógica da Creche Padre Joaquim Ribeiro, descreveu o encontro entre responsáveis, crianças e familiares do estabelecimento num jantarconvívio, na sexta-feira, 25 de maio.

A Quinta da Azenha, em Guidões, recebeu este jantar, que reuniu “funcionários, elementos da direção e também pais, encarregados de educação e restantes familiares” para “em conjunto conviverem e socializarem”, contou a coordenadora ao NT. Este encontro “de família” foi o primeiro em três anos de funcionamento desta creche, e partiu da iniciativa dos pais que pediam algo “mais demorado e formal”, em complemento às festas habituais da instituição, explicou Mariana Azevedo. 

Perto do final das aulas para férias de verão, Mariana Azevedo sublinhou ainda tratar-se de uma forma de fazer um balanço do ano letivo, que foi “muito positivo”, quer a nível da educação das crianças, quer a nível do apoio da direção. “A direção está de parabéns. Deixam-nos fazer as nossas ideias, cumprir os nossos ideais e dão-nos margem para fazer o que pretendemos com os nossos meninos”, frisou, relativamente aos projetos apresentados no início de cada ano letivo.

Neste momento, a Creche Padre Joaquim Ribeiro conta com “lotação máxima”: 51 crianças e dez funcionários. 

Stefanie Correia
A. Costa

{fcomment}