“Tudo foi sentido em família, por todos aqueles para quem só as crianças justificam tamanha dedicação”. É desta forma que Pedro Ortiga, presidente da direção da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Trofa, resume a festa de final de ano letivo da creche e jardim de infância da associação, que decorreu no sábado, 16 de julho.

Esta festa teve ainda outra finalidade, uma vez que a instituição “completou também 20 anos a fazer o crescer da população mais jovem desta região”. As comemorações decorreram nos jardins da cresce e jardim de infância e contaram com “participação de cerca de meio milhar de pessoas, desde a mais tenra idade, mesmo meses, até aos avós mais babados e orgulhosos”.

Pais, corpo técnico da instituição e, como não podia deixar de ser, crianças atuaram durante a festa. E em qualquer comemoração infantil não podem faltar “o algodão doce, as pipocas, os cachorros ou os crepes”. Palhaços, pinturas faciais, um pónei e um concurso de chapéus foram outros dos entretenimentos.

“Foi período de lançar ao mundo mais um grupo de finalistas desta Instituição, que todos os anos com gosto vê os seus antigos alunos juntarem-se a esta festa, para em conjunto desejar sucessos a quem parte para uma nova etapa. Não foi período de adeus, mas de até breve, de quem nunca os esquece”, referiu ainda o responsável da associação.

As duas décadas da instituição não foram esquecidas por Pedro Ortiga: “Foram comemorados com orgulho por quem têm provas dadas no ensino pré-escolar no concelho, tendo sido agraciado todo o corpo técnico com aplausos e agradecimentos, não pelo profissionalismo que sempre lhes é apanágio, mas pelo carinho e amor que educa e conforta, criando armas preciosas para o mundo de amanhã”.

{fcomment}