quant
Fique ligado

Trofa

Covid-19: Portugal com 3.150 novos casos e 15 mortes nas últimas 24 horas

Publicado

em

Portugal regista hoje mais 3.150 novos casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2 e 15 mortes associadas à covid-19, além de um novo aumento do número de internados em enfermaria, segundo dados oficiais.

De acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) divulgado hoje, estão agora internadas 691 pessoas, mais 10 do que na quarta-feira, das quais 103 em unidades de cuidados intensivos, menos duas.

Das 15 mortes, três ocorreram no Centro, seis em Lisboa e Vale do Tejo, quatro no Norte, uma no Algarve e uma na Madeira.

Os dados precisam que as vítimas mortais têm entre 70 e 79 anos (quatro mulheres e quatro homens) e mais de 80 anos (quatro homens e três mulheres).

O maior número de óbitos continua a concentrar-se entre os idosos com mais de 80 anos (11.985), seguindo-se as faixas etárias entre os 70 e os 79 anos (3.945) e entre os 60 e os 69 anos (1.676).

Entre as novas infeções destaca-se a faixa etária dos 40 aos 49 anos (mais 490 casos), seguida dos 0 ao 9 anos (457), dos 20 aos 29 anos (414), dos 30 aos 39 anos (404), dos 50 aos 59 anos (372), dos 60 aos 69 anos (368), dos 10 aos 19 anos (323), dos 70 aos 79 anos (238) e dos mais de 80 anos (84).

Segundo o boletim da DGS, nas últimas 24 horas, o maior número de infeções ocorreu na região de Lisboa e Vale do Tejo, com 1.096 notificações, contabilizando esta área geográfica, desde o início da crise pandémica, 435.855 casos e 7.808 mortos.

Publicidade

Na região Norte, registaram-se mais 849 casos, totalizando 427.463 e 5.637 óbitos.

De acordo com o relatório diário sobre a situação epidemiológica, foram registados mais 696 casos de covid-19 na região Centro, perfazendo um total de 156.470 infeções e 3.243 mortos.

O Algarve notificou mais 199 casos, acumulando 47.393 contágios e 501 óbitos.

Os dados apontam também a existência de mais 173 novos casos de infeção no Alentejo, que soma 41.937 contágios e 1.059 mortos desde o início da pandemia, em março de 2020.

Já a região Autónoma da Madeira contabilizou, nas últimas 24 horas, 126 novos casos, somando 14.131 infeções e 89 mortes, e os Açores mais 11 novos casos, totalizando 9.992 contágios e 48 mortes.

As autoridades regionais dos Açores e da Madeira divulgam diariamente os seus dados, que podem não coincidir com a informação divulgada no boletim da DGS.

Nas últimas 24 horas, registaram-se mais 1.493 casos ativos, somando 49.525, e mais 1.642 recuperados, o que aumenta o total nacional para 1.065.331 pessoas.

Publicidade

Em relação a quarta-feira, as autoridades de saúde têm mais 3.109 contactos em vigilância, totalizando 52.763

O novo coronavírus já infetou em Portugal pelo menos 1.133.241 pessoas – 525.816 homens e 606.648 mulheres -, indicam os dados da DGS, segundo os quais há 777 casos de sexo desconhecido, que se encontram sob investigação, uma vez que esta informação não é fornecida de forma automática.

Continuar a ler...
Publicidade

Trofa

Fernando Duarte expõe “Efeitos Geométricos” em S. Mamede

É inaugurada amanhã, 2 de julho, às 15h00, a exposição do artista Fernando Duarte, “Efeitos Geométricos”. A mostra está patente até 31 de julho, no salão paroquial de S. Mamede do Coronado.

Publicado

em

Por

É inaugurada amanhã, 2 de julho, às 15h00, a exposição do artista Fernando Duarte, “Efeitos Geométricos”. A mostra está patente até 31 de julho, no salão paroquial de S. Mamede do Coronado.

Os trabalhos de pintura e desenho relevam o papel das formas geométricas na caracterização de espaços e seres.

Autodidata e com experiência na pintura de arte sacra, Fernando Duarte começou a trabalhar na oficina de Boaventura Matos, quando tinha 30 anos.

A exposição estará aberta ao público à sexta-feira, das 20h30 às 22h00 e ao sábado e domingo, das 09h30 às 13h00 e das 15h00 às 20h00.

Continuar a ler...

Trofa

Trofa e Santo Tirso juntam-se à Indaqua na promoção do consumo da água da torneira

O “Plano de Promoção” implica a identificação dos “munícipes não ligados à rede pública e os respetivos motivos” e, a partir daí, “prestar toda a informação necessária e incentivá-los à adesão ao sistema público de abastecimento de água, apresentando-lhes as vantagens em saúde pública, quando comparada com água de furos e poços particulares, e ambientais e económicas, quando comparada com a água engarrafada”.

Publicado

em

Por

A Indaqua e os municípios da Trofa e Santo Tirso assinaram um protocolo para o desenvolvimento de um programa conjunto de promoção à adesão ao sistema público de abastecimento de água. O objetivo é “combater a utilização para consumo humano de água de origens não controladas, como furos e poços particulares, reduzindo os riscos para a saúde pública e o impacto no meio ambiente que lhes está associado”.

“Este é mais um importante passo firmado pela Indaqua, uma das maiores operadoras no universo das concessões municipais de água, na sua estratégia de incentivo ao consumo de água de origem segura e controlada. Desta vez, as atenções centram-se nos municípios da Trofa e Santo Tirso, onde se estima que cerca de cinco mil famílias ainda não utilizam água proveniente da rede pública – a única que, comprovada e continuamente, reúne condições e características adequadas ao consumo humano”, referiu a empresa.

“Estes números são alarmantes e merecem a nossa melhor atenção. Queremos consciencializar os utilizadores para a importância de consumirem água de origem segura e controlada. O contrário representa graves riscos para a saúde pública pelo que sentimos que é da nossa responsabilidade, lado a lado com os municípios, garantir que tudo é feito ao nível local para proteger as populações”.Anabela Alves, Diretora Geral da INDAQUA Santo Tirso/Trofa

O “Plano de Promoção” implica a identificação dos “munícipes não ligados à rede pública e os respetivos motivos” e, a partir daí, “prestar toda a informação necessária e incentivá-los à adesão ao sistema público de abastecimento de água, apresentando-lhes as vantagens em saúde pública, quando comparada com água de furos e poços particulares, e ambientais e económicas, quando comparada com a água engarrafada”.

Para o presidente da Câmara Municipal da Trofa, Sérgio Humberto :

“promover a saúde pública dos habitantes do Concelho é uma prioridade, e por isso, este será um trabalho conjunto, já que a par da atuação dos Municípios e da INDAQUA, as Juntas de Freguesia vão ter um papel fundamental de proximidade, atuando junto da população, através de campanhas de sensibilização”. 

Já Alberto Costa, presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso acredita que:

“a assinatura do Plano de Promoção vai contribuir para o reforço desta mensagem junto dos cidadãos e potenciar a confiança nos serviços de abastecimento de água.”

Na sequência deste plano, a Indaqua Santo Tirso/Trofa vai também proceder à “análise da qualidade da água utilizada em poços e furos particulares, informando os respetivos utilizadores dos resultados dessas análises e dos riscos que correm ao utilizarem essa água para consumo humano”.

Publicidade
Continuar a ler...

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Covid-19

Pode ler também