António Costa, antecipou hoje que a Páscoa deste ano “não será seguramente” como aquela que os portugueses conhecem, avisando que o “desconfinamento não está no horizonte”.

Em conferencia de imprensa António Costa insistiu na ideia de que durante o mês de março será preciso manter um nível de confinamento muito semelhante ao atual, após questionado pelos jornalistas sobre a Páscoa.

“Quanto à Páscoa já está fora deste período. Teremos tempo para ver. Agora uma coisa é certa, não haverá seguramente festejos de Carnaval e seguramente a Páscoa não será a Páscoa que nós conhecemos”, avisou.

A Páscoa, feriado móvel, é este ano no dia 04 de abril.