Depois de um 3.º lugar na série 2 da 1.ª Divisão de futsal sénior da Associação de Futebol do Porto e a vitória na Taça Complementar, diante de todas as equipas da Trofa e do Alfenense, o Grupo Desportivo Covelas encara a nova temporada com ambição.

“Ficamos em 3.º no campeonato, que não nos permitiu ter acesso à liguilha de subida, e foi bom vencer a Taça Complementar, mas soube-nos a pouco”, admitiu o treinador Nuno Moreira.

Em declarações ao NT, o técnico referiu que, mesmo “sem pressão” nem “objetivos prévios”, o trabalho realizado terá como horizonte “fazer um pouco melhor”, mas para isso, alerta, é “preciso atenção desde o início”. “O ano passado começamos mal e por isso não conseguimos o nosso objetivo. E nesta época, na apresentação do Clube Slotcar, aos oito segundos já estávamos a perder. São questões que temos de melhorar ao longo dos treinos”, atestou.

O plantel sofreu com “algumas saídas” e mantém-se curto, aspeto que Nuno Moreira pretende retificar brevemente “com um pivô e esquerdino” que possam acrescentar qualidade ao grupo, atualmente com 11 jogadores.

Quanto ao campeonato da série 3, o treinador espera que seja “equilibrado” como todos os outros. “Não podemos facilitar”, frisou.