quant
Fique ligado

Edição 654

Comunidade “apadrinhou sorrisos” com o Leo Clube (C/Vídeo)

Publicado

em

A cada desejo revelado, um desejo concretizado. Graças à iniciativa “Apadrinhar um Sorriso” da chancela do Leo Clube da Trofa, as crianças que frequentam o ATL do Centro Comunitário da ASAS, na Trofa, receberam um dos presentes que pediram ao Pai Natal.

Artigos da Pinypon, bolas de futebol, perfumes, auscultadores e carros telecomandados foram os mais solicitados dos 31 presentes adquiridos. Gabriela Silva foi diferente e pediu um cão de brincar que “fecha os olhos e ladra”. “Eu fiz este pedido porque eu queria muito tê-lo. Como a minha mãe já me ia dar um presente e o meu pai outro, eu não lhes ia pedir mais um”, explicou a menina que estava feliz com a surpresa do Leo. Já Mariana Azevedo recebeu “uma boneca de fazer penteados”, um brinquedo que denuncia o que quer ser quando for grande: cabeleireira.

Através de uma loja virtual no Facebook, o Leo Clube da Trofa divulgou os desejos de cada criança e andou à procura de padrinhos para os 31 presentes. A entrega aconteceu, a 29 de dezembro, no Centro Comunitário da ASAS. “Todos os anos, na época de Natal, o Leo Clube compra um cabaz e oferece a uma família carenciada do concelho. Este ano quisemos chegar a mais pessoas e surgiu a ideia de apadrinhar o desejo destas crianças. Não estávamos à espera da receção tão positiva da ideia e temos de agradecer a todos os padrinhos”, explicou Maria Gomes, presidente do Leo.
A maioria das crianças que frequentam o Centro Comunitário da ASAS provém de famílias com carências sócio-económicas. Para a coordenadora Natércia Rodrigues, “este foi um dos momentos mais importantes das férias de Natal destes meninos”. “O Leo já tem colaborado connosco noutras iniciativas e tem sido importante neste processo educativo e recreativo das nossas crianças”, sublinhou.

Continuar a ler...
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

Edição 654

Campo de treino para guarda-redes (C/Vídeo)

Publicado

em

Por

É a terceira vez que o departamento de formação do Clube Desportivo Trofense proporciona uma experiência diferente do habitual aos guarda-redes, com um campo de treino exclusivo para quem está à baliza. E para motivar ainda mais os jovens, houve convidado especial. António Ferreira, treinador de guarda-redes do Shakhtar Donetsk, esteve no complexo desportivo de Paradela para partilhar alguns dos conhecimentos adquiridos ao longo da carreira.
“Eu sei o quanto os jogadores valorizam isto na juventude, quando veem figuras que são referências para eles”, explicou o profissional, que atualmente integra a equipa técnica do clube ucraniano, juntamente com Paulo Fonseca.
“Mostrar como se prepara um jogo ao alto nível” foi o principal objetivo desta edição da iniciativa denominada “Defender +”. Daniel Araújo, coordenador de guarda-redes do Clube Desportivo Trofense explicou ainda que os jovens aprenderam os atributos que separam os bons dos maus guarda-redes. “A inteligência é o atributo mais importante. Um guarda-redes tem que ser capaz de perceber o jogo e orientar os colegas sem ter que estar a relatar”, explicou.
Por sua vez, António Ferreira destacou a importância da desvalorização da ideia de que “um guarda-redes para ser bom tem que ser maluco”. “Um bom guarda-redes é inteligente e tranquilo, porque normalmente vive situações de pânico, em que tem que conseguir raciocinar e encontrar solução”, sublinhou.
E numa posição tão sensível como é a de guarda-redes, o controlo emocional é um dos aspetos a ter em conta na preparação do jogador. “É importante a criação de um grupo coeso entre os guarda-redes da equipa. O aspeto psicológico que mais trabalhamos é a entreajuda e a capacidade de superação”, referiu Daniel Araújo.
Esta é uma das atividades que decorrem no clube durante a quadra festiva. Já no dia 27 de dezembro, decorreu uma palestra sobre a importância do treino invisível no futebol, que contou com plateia numerosa no Fórum Trofa XXI e que contou com a presença de André Carvalho e Luís Carvalho, médicos do CD Trofense, Pedro Silva, psicólogo, e Raquel Silva, nutricionista.

Continuar a ler...

Edição 654

400 no corta-mato escolar do Agrupamento da Trofa

Publicado

em

Por

O Agrupamento de Escolas da Trofa voltou a promover o corta-mato escolar, no final do 1.º período de aulas. A atividade contou com a participação de “400 alunos” e decorreu em simultâneo na Escola Básica Napoleão Sousa Marques e na Escola Secundária, “num ambiente saudável, em que os participantes evidenciaram empenho, alegria e um excelente comportamento”, avançou fonte da organização.
No final, os seis primeiros classificados de cada escalão etário/género foram apurados para o corta-mato escolar distrital, que tem lugar este mês, e que é organizado pela Direção do Desporto Escolar – Região Norte.

Continuar a ler...

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Covid-19

Pode ler também

} a || (a = document.getElementsByTagName("head")[0] || document.getElementsByTagName("body")[0]); a.parentNode.insertBefore(c, a); })(document, window);