Os Clã, banda portuguesa com vinte anos nestas andanças musicais, estão de volta com novo álbum de estúdio e no sábado à noite apresentaram no Teatro Municipal de Vila do Conde muitos dos temas novos, num concerto que marcou o início da tournée de promoção de Corrente.  O sétimo trabalho de estúdio dos Clã, que como os anteriores se recheia de letras saídas do imaginário de magníficos letristas portugueses, conta com colaborações novas como Nuno Prata e Samuel Úria. Este último, numa entrevista recente ao Blitz, afirmou: “(..) aquilo que resulta nos Clã não é só uma mistura aleatória de tão bons elementos. Há qualquer coisa que liga tudo, e eu só posso dizer que se trata do entusiasmo com que fazem música passados todos estes anos.” Com esta declaração que atesta a qualidade que é reconhecida aos Clã pelos seus pares, a expetativa para escutar os novos temas e voltar a ver ao vivo os Clã era grande. Não saímos desiludidos.

Os temas do novo álbum estiveram em destaque no sábado à noite: Curto Circuito, Também sim, Basta, Outra vez, Canção de Água Doce, Zeitgeist, Rompe o Cerco,  Outro Mundo, A Ver se Sim, Museu do Mundo e o melodioso A Paz não te Cai Bem. Soube bem voltar a ouvir Sexto Andar (Cintura), Aqui na Terra (Rosa Carne), Sopro do Coração (Lustro) e Caubói Solidário (Kazoo).

Quando os Clã sairam de palco dando o concerto por finalizado, o público do Teatro Municipal recusou-se a ir embora. Com palmas que não paravam, e com os pés a bater no chão, os fãs pediam o regresso da banda ao palco. Manuela e os 5 rapazes voltaram para cantar o lindíssimo Artesanato (com letra de Sérgio Godinho), Problema de Expressão, e Fahrenheit. Seguiu-se uma saída de palco, e nova exigência para o regresso da banda, que ainda nos presenteou com Lado Esquerdo e Asas Delta.

A jogar em casa (a banda tem raízes em Vila do Conde), os Clã deram um grande concerto (onde houve até pedido de casamento em palco, com a cumplicidade da banda que ia tocando os acordes de Problema de Expressão), daqueles que enchem a alma de calor e nos deixam de sorriso no rosto. São uma grande banda e talvez estejam melhor que nunca, com uma maturidade que não impede uma frescura muito deliciosa nos temas do novo álbum. Sejam bem-vindos Clã.

Texto: Joana Vaz Teixeira
Fotos: Miguel Pereira

Fotogaleria (clica nas imagens para aumentar)
{phocagallery view=category|categoryid=49}