atanagildolobo

Guidões: Atanagildo Lobo é o candidato pela CDU

Notícias da Trofa – O que o leva a candidatar-se à Assembleia de Freguesia?

Atanagildo Lobo – Sendo a CDU uma força de combate, luta e denúncia de políticas prejudiciais para a população, também é um projecto de mudança em relação à política que vem sendo seguida pelo PS em Guidões. Para nós é fundamental um diálogo activo com as populações, envolvendo-as e estimulando-as na concretização de políticas que venham a melhorar as suas vidas.

Damos um exemplo concreto: o alargamento e pavimentação da Rua S. Francisco Assis não se concretizaram por ausência desse diálogo. A CDU apresentou na assembleia de freguesia uma proposta no sentido da constituição de uma comissão composta por um elemento de cada partido, um elemento da junta e o presidente da A.F. para, deslocando-se ao local, dialogar com os moradores e proprietários a fim de se estudar e decidir possíveis soluções. O actual executivo e a maioria socialista inviabilizaram essa proposta. É o mal da maioria absoluta.

NT- Quais são os projectos que vai apresentar para o mandato?

AL – A CDU lutará por aqueles que ainda não estão concretizados e que vinham nos seus programas anteriores: 1.º – A sede da junta de freguesia, centro de dia e creche; 2.º A pavimentação das ruas das Devesas, Oliveiras e de S. Francisco Assis; 3º – Dotar as estradas principais de passeios, dando segurança aos peões; 4º – Repavimentação e sinalização das ruas; 5º – Despoluição da ribeira e do rio Ave e fazer com que as águas dos fontanários passem a ser próprias para o consumo. No entanto salientamos: 1.º – Queremos um Centro de Dia e uma creche para os guidoenses e para os guidoenses mais necessitados. Esta obra deve corresponder a autêntico serviço público e não à mera obtenção de lucro. 2.º – Devolver a Guidões os bons ares e as boas águas foi tema da campanha da CDU há 4 anos. Mantém-se. Mas o Ave continua poluído por ausência de saneamento básico a trabalhar. Como já denunciou a CDU: Não basta enterrar canalizações. É preciso pôr a funcionar o saneamento efectivamente, assim como o fornecimento de água ao domicilio. 3.º – Falamos de bens públicos a que deveriam corresponder autênticos serviços públicos. Falamos de saúde, higiene e da satisfação de necessidades primárias. São absolutamente exorbitantes as taxas de utilização e de ligação. Esses serviços devem ser gratuitos ou, quando muito, com taxas bem mais leves.

NT- Qual é o projecto/área prioritário (a) caso seja eleito?

AL – Não fora a política de delapidação de património do PS e hoje teríamos um enorme terreno no lugar de Vilar. Nesse terreno é possível a edificação de um edifício, sem megalomanias, claro está, que colmatasse, para já, essas três lacunas: a junta de freguesia, centro de dia e creche. Claro que, para isso, é necessário arregaçar as mangas, vontade política e aquilo que referimos inicialmente, um constante diálogo com a população, envolvendo-a e estimulando-a nas decisões colectivas da nossa freguesia, além da recuperação do mencionado terreno para o seu real proprietário.

NT – Porque é que os eleitores devem votar em si?

AL – Porque a CDU é a única força política coerente e consequente. 2º – Porque a CDU não se verga a interesses nem a pressões. Nestes 4 últimos anos a CDU, e mais ninguém, denunciou o derramamento da nafta no monte do outeiro, a deposição de terras na área ecológica e agrícola, a destruição do cruzeiro paroquial, a promiscuidade entre o público e o privado nas obras do centro de freguesia, a delapidação do nosso património com a doação do terreno de Vilar à Associação dos Reformados da Trofa sem qualquer contrapartida objectiva para os guidoenses. 3º – Porque a CDU apresentou projectos e exerceu pressões políticas. Não será por acaso que a construção da casa mortuária, que vinha de programa em programa, à décadas, se concretizou nestas últimos 4 anos em que a CDU esteve representada na assembleia de freguesia. 4º – Porque a CDU mantém esse diálogo constante com o povo. Porque o informa dos acontecimentos e porque dele recebe o seu sentir e querer. 5º – Porque, sim é possível, uma vida melhor para os guidoenses com a CDU.

NT – Considera mais fácil governar sendo a Câmara e a junta do mesmo partido? Porquê?

AL – Quem responder afirmativamente a esta questão está a aceitar a existência de favorecimentos, compadrios e discriminações. Para a CDU o respeito pelo voto democrático e pelas regras democráticas é absolutamente inultrapassável. A CDU venera integralmente os resultados eleitorais e mantém-se intransigente na defesa dos princípios democráticos que resultaram da revolução do 25 de Abril. E assim defenderá melhor Guidões e o seu Povo.