A sede da comissão política concelhia do CDS-PP Trofa foi palco de eleições, que reelegeram Renato Pinto Ribeiro como líder do partido no concelho. O centrista não afasta o cenário de uma coligação com o PSD nas autárquicas de 2013.

Renato Pinto Ribeiro foi reeleito presidente da Comissão Política Concelhia do CDS-PP da Trofa, nas eleições realizadas no dia 12 de maio, que também conduziu David Ferreira como novo presidente da Mesa da Assembleia Concelhia.

Apenas a lista de Renato Pinto Ribeiro foi a votos, arrecadando cem por cento dos votos dos 72 militantes que participaram nas eleições. O valor de votantes representa 26 por cento dos militantes ativos do partido no concelho.

Agora que vai gerir os destinos da estrutura política do CDS na Trofa pelo segundo mandato, Renato Pinto Ribeiro tem como principal objetivo “preparar as listas do partido para as eleições autárquicas do próximo ano”. Apesar de sublinhar que “o CDS-PP não andará a reboque de ninguém”, o líder centrista não põe de lado uma possível coligação com o PSD Trofa, à semelhança do que já acontece no Governo.

“A história permite-nos observar que o CDS-PP e o PSD são partidos com a capacidade de se entenderem e formar acordos de governação nas alturas mais difíceis para Portugal e a Trofa não é exceção, pois vive hoje um momento de extrema dificuldade que certamente só será resolvido e ultrapassado com a mudança do atual executivo camarário. Independentemente de ambos serem partidos perfeitamente relacionáveis e atualmente em coligação na governação de Portugal, o CDS-PP é um partido que, atempadamente, se organiza para concorrer com listas próprias. No entanto, qualquer decisão ou desenvolvimento nesta matéria ainda está por abordar em sede de Comissão Política Concelhia”.

O líder da concelhia do CDS felicitou os militantes “pela forma tranquila e democrática” como decorreu o sufrágio, anunciando que o partido vai utilizar as novas tecnologias de informação para chegar mais perto da população, como a criação de uma página na rede social Facebook.

“A nossa equipa é constituída por trofenses com as mais variadas competências e experiências profissionais. O compromisso que assumimos é servir a Trofa e todos os trofenses sem distinção”, concluiu.

{fcomment}