ZebinixTM diminui crises epilépticas

Mais de mil doentes testaram o novo medicamento do Grupo BIAL e comprovaram que diminui as crises epilépticas. Os estudos já foram apresentados à Agência Europeia do Medicamento – EMEA, em Março de 2008, sendo que a submissão nos Estados Unidos está prevista para o final do ano ou início de 2009.

   O Grupo Bial já apresentou resultados positivos do estudo do medicamento ZebinixTM 1 (acetato de eslicarbazepina). A terceira fase já está concluída e o sucesso do medicamento anti-epiléptico é notório. "ZebinixTM, em toma única diária, oferece uma eficácia acrescida no controlo das crise parciais de epilepsia", garantiu a Professora Ben-Menachem, da Universidade de Gotemburgo, na Suécia, durante a nona "Eilat Conference on New Anti-epileptic Drugs".

Estes estudos, realizados num período de 12 semanas, envolveram 1049 doentes, com, pelo menos, 18 anos e foram realizados em 23 países. Os doentes que foram incluídos nos diferentes estudos tinham no mínimo quatro crises parciais por mês, apesar de se encontrarem em tratamento com até três anti-epilépticos. Contudo, depois de tratados com ZebinixTM, em associação com outros agentes anti-epilépticos, demonstraram uma redução significativa da frequência de crises.

Estes estudos serviram, assim, de suporte ao dossier submetido à Agência Europeia do Medicamento – EMEA, em Março de 2008, sendo que a submissão nos Estados Unidos está prevista para o final do ano ou início de 2009.

ZebinixTM inibe selectivamente as células nervosas que estão na origem das crises epilépticas, diminuindo assim, o número de crises nos doentes. A epilepsia é uma das doenças neurológicas mais comuns, afectando quase uma em cada 100 pessoas. É caracterizada por impulsos eléctricos anormais em determinadas células nervosas a nível cerebral. As crises parciais afectam uma determinada zona do cérebro mas podem tornar-se generalizadas. Os sintomas variam de acordo com a zona do cérebro que é afectada.

Este é o primeiro medicamento a ser desenvolvido por uma empresa portuguesa, BIAL.

Fundado em 1924, BIAL é um grupo farmacêutico internacional que disponibiliza diversos produtos para mais de 30 países nos quatro continentes. O Grupo BIAL é o maior grupo farmacêutico português, com sede em S. Mamede do Coronado, na Trofa, que se empenha na inovação terapêutica através de um significativo investimento anual na Investigação e Desenvolvimento ( I&D ) de novos fármacos.

As principais áreas de Investigação e Desenvolvimento da BIAL são o Sistema Nervoso Central, a Cardiologia e a Alergologia, sendo que, nos últimos anos, o grupo patenteou vários potenciais medicamentos a nível mundial, estando actualmente a licenciar tecnologia sua para empresas de diversos países.

Simultaneamente o Grupo BIAL tem-se distinguido pelo apoio a inúmeras actividades de âmbito médico e científico, nomeadamente através das acções da Fundação BIAL em que se destaca a atribuição de prémios e de bolsas de investigação científica.